Manuela d’Ávila, a candidata que guardava livros

Candidata do PCdoB à prefeitura de Porto Alegre, ele tem dois mil exemplares de seu novo livro armazenados em casa
-Publicidade-
Manuela D'Ávila | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Manuela D'Ávila | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Candidata do PCdoB à prefeitura de Porto Alegre, ela tem 2 mil exemplares de seu novo livro armazenados em casa

Manuela D’Ávila | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Uma poupança no Banco do Brasil no valor de R$ 170 mil, um veículo Sportage de quase R$ 100 mil, outra conta com pouco mais de R$ 30 mil e cerca de 2 mil exemplares do livro E Se Fosse Você? Sobrevivendo às Redes de Ódio e Fake News, lançado há poucos meses por Manuela d’Ávila. Somadas, as publicações valem R$ 69.800. Basicamente, esses foram os bens declarados à Justiça Eleitoral por Manuela d’Ávila, candidata do PCdoB à prefeitura de Porto Alegre. Adicionados todos itens, o total não chega a R$ 500 mil.

-Publicidade-

Leia também os intelectuais e a sociedade, na 27ª edição da Revista Oeste

Abstraídos detalhes como o carro de luxo em nome da comunista ou o valor guardado no banco, o que chama mais atenção é a quantidade de exemplares de seu livro encalhados dentro de casa. O fracasso de vendas talvez seja explicado pelo autor do prefácio. Ninguém menos que o youtuber Felipe Neto.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

9 comentários

  1. Porto Alegre nem lugar nenhum não merece alguém com o ficha corrida que essa comunista tem como representante. Se não fosse o oportunista e traidor Sérgio MORO o ministro da justiça essa malandra estaria presa por integrar a quadrilha de hackers.

  2. Calma pessoal…Esses livros encalhados,são na verdade uma poupança…Se ela vier a precisar de dinheiro,o caudilho do Maranhão,compra todos e distribui pelas escolas do estado…Lá no Maranhão,só para repetir o José Ribamar,é “tudo pelo social”…Alguém aí lembra?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site