Marco Aurélio vota para que Bolsonaro deponha por escrito

Benefício foi concedido ao ex-presidente Michel Temer, no caso dos portos
-Publicidade-
Vice-decano contraria Celso de Mello e fecha com o presidente Bolsonaro | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Vice-decano contraria Celso de Mello e fecha com o presidente Bolsonaro | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil | Vice-decano contraria Celso de Mello e fecha com o presidente Bolsonaro | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Benefício foi concedido ao ex-presidente Michel Temer, no caso dos portos

Marco Aurélio
Vice-decano contraria Celso de Mello e beneficia o presidente Bolsonaro | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello votou nesta quinta-feira, 24, para que o presidente Jair Bolsonaro preste depoimento por escrito no inquérito que apura suposta tentativa de interferência na Polícia Federal. O juiz do STF divulgou a íntegra de seu posicionamento antes mesmo do início do julgamento, previsto para 2 de outubro. A dor de cabeça de Bolsonaro começou depois de uma denúncia do ex-ministro Sergio Moro, que saiu do governo atirando em direção ao Palácio do Planalto.

-Publicidade-

Relator do caso, o ministro Celso de Mello havia determinado que os esclarecimentos de Bolsonaro fossem dados presencialmente. Dessa forma, até a defesa de Moro poderia participar da sessão e interpelar o presidente. Contudo, Mello está de licença médica, e o processo passou para Marco Aurélio, que defenderá a prerrogativa de Bolsonaro de se defender por escrito em razão do benefício previsto para chefes dos três Poderes. Em 2018, por exemplo, o ex-presidente Michel Temer se explicou à Justiça, no caso dos portos, através de um documento.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.