Ministério Público pede que TCU afaste Ricardo Salles

Ministro do Meio Ambiente é alvo de notícia-crime no STF, enviada pela Polícia Federal do Amazonas
-Publicidade-
Ricardo Salles é ministro do Meio Ambiente
Ricardo Salles é ministro do Meio Ambiente | Foto: Lula Marques/Fotos Públicas

O subprocurador-geral do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), Lucas Rocha Furtado, pediu que a Corte determine à Casa Civil medidas para o afastamento do cargo do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Segundo Rocha Furtado, se permanecer à frente da pasta, Salles poderá atrapalhar o andamento das investigações da Polícia Federal (PF) sobre suposto desmatamento na Amazônia. A solicitação tem como base notícia-crime apresentada pelo delegado Alexandre Saraiva, ex-superintendente da PF no Amazonas, ao Supremo Tribunal Federal. Na peça, o delegado afirma que Salles teria cometido os crimes de organização criminosa e advocacia administrativa “ao proteger desmatadores ilegais na floresta”. O ministro do Meio Ambiente nega as acusações, classificando-as como absurdas.

Leia também: “Mourão elogia Ricardo Salles: ‘Tem visão correta das coisas’”

-Publicidade-
Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 comments

  1. Como sempre o MP seja estadual ou federal a serviço da esquerda, vergonhoso ver como esses órgãos atuam em defesa de um projeto de poder e contra a vontade do povo, MP e judiciário hoje são tão ou mais odiados do que os políticos corruptos.

  2. Esse sub-procurador é uma pessoa esquerdopata militante, recalcada por sequelas de um AVC. É o tipo de gente que deveria estar em tratamento psiquiátrico intensivo.

    1. … e continua a CONSPIRAÇÃO contra a essência do pensamento ideológico e moral das pessoas de bem que levaram Bolsonaro à presidência da República. Esse promotor, como a maioria dos componentes do ministério público, segue na esteira da perseguição dos ex-ministros Velez, Veintraub, Araújo, e todos os que se opõem sem medo à corrupção e ao esquema marxista entranhado no funcionalismo público e na midia brasileira. Que o presidente Bolsonaro resista.

      1. A pergunta é: pode provar??? Ou, por ele estar cortando interesses de supostas “ONGS”? Se tiver provas consistentes, apresente e o ministro se afasta até a conclusão das investigações. Se forem apenas ilações, como temos visto constantemente, ele que permaneça no cargo.

  3. O TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO – TCU – NÃO É UM ÓRGÃO DO PODER JUDICIÁRIO, POIS NÃO TEM O PODER DE DIZER O DIREITO! É UM ÓRGÃO “AUXILIAR” DO PODER LEGISLATIVO, OU SEJA, AJUDA O SENADO E A CÂMARA DOS DEPUTADOS NO ESCLARECIMENTO DAS PRESTAÇÕES DE CONTAS DAS INSTITUIÇÕES GOVERNAMENTAIS. PORTANTO, ESSE PROCURADOR DEVERIA SE LIMITAR AO SEU QUADRADO!!!

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site