Salles é alvo de ação da PF autorizada por Alexandre de Moraes

Agentes cumprem 35 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal, mais dois Estados: São Paulo e Pará

A Oeste depende dos assinantes. Assine!

-Publicidade-
Conforme a PF, o objetivo é apurar crimes de corrupção
Conforme a PF, o objetivo é apurar crimes de corrupção | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) iniciou nesta quarta-feira, 19, a operação Akuandaba, depois de receber o aval do juiz do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. Na mira da Justiça está o ministro do Meio Ambiente (MMA), Ricardo Salles. Agora, 160 agentes cumprem 35 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal, mais dois Estados: São Paulo e Pará. Entre os endereços estão a sede da pasta em que Salles atua, em Brasília, a casa dele na capital paulista e um gabinete no Pará. Conforme a PF, o objetivo é apurar crimes de corrupção, advocacia administrativa, prevaricação e facilitação de contrabando. Os supostos delitos teriam sido praticados por agentes públicos e madeireiros

Moraes determinou, ainda, a quebra dos sigilos fiscal e bancário de Salles e o afastamento preventivo de 10 servidores do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis, o Ibama, além de funcionários do MMA. Segundo estabeleceu o magistrado do STF, está suspenso o Despacho nº 7036900/2020/GAB/IBAMA. A medida foi elaborada a pedido de empresas com cargas apreendidas no exterior e resultou na regularização de 8 mil cargas de madeira ilegal, segundo a PF. A reportagem entrou em contato com o ministro Ricardo Salles, porém, não obteve resposta até o fechamento desta matéria. O espaço está aberto para a manifestação do titular do Meio Ambiente.

Nomes na mira da PF

-Publicidade-

Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente; Eduardo Bim, presidente do Ibama;Leopoldo Penteado Butkiewicz, assessor especial de Salles; Olivaldi Azevedo Borges, secretário-adjunto da Secretaria de Biodiversidade do Ministério do Meio Ambiente; Wagner Tadeu Matiota, superintendente de Apurações de Infrações Ambientais do Ibama; Olímpio Ferreira Magalhães, diretor de Proteção Ambiental do Ibama; João Pessoa Riograndense Moreira Júnior, diretor de Uso Sustentável da Biodiversidade e Florestas; Rafael Freire de Macedo, coordenador-geral de Monitoramento do Uso da Biodiversidade e Comércio Exterior; Leslie Nelson Jardim Tavares, coordenador de Operações de Fiscalização; André Heleno Azevedo Silveira, coordenador de Inteligência de Fiscalização; Artur Bastos, analista ambiental.

Leia também: “PF não conseguiu provar ação ilegal de madeireiros no PA, sustenta juíza”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

13 comentários Ver comentários

  1. Se o MPF não foi informado/consultado a respeito da situação ou diligência, como afirmou-se nunca ter ocorrido no processo penal, não seria um caso crasso e direto de retirada do ministro Alexandre de Moraes do STF?

  2. Se há indícios de corrupção, que seja investigado. Pelo que entendi a operação é da PF e foi autorizada pelo ministro.

    Mas, dado o histórico desse tribunal, sabemos que não é uma ação contra a corrupção e sim um ato político contra o governo.

  3. QUAL A POSSIBILIDADE DE SERGIO/MORAES ESTAREM JUNTINHOS NESSA OPERAÇÃO? Toda!
    Sergio saiu do governo, mas continua INTERFERINDO NA PF. Alguém duvida? Eu não.

    1. A descoberta de GRAMPOS EM TODOS OS MINISTÉRIOS e NAS FORÇAS ARMADAS é a cara do Sergio. Deixou os fios ligados e saiu do governo ATIRANDO PRA TODOS OS LADOS. André Mendonça não faria isso, não é perfil dele.

      1. RAMAGEM seria a pessoa certa a comandar o Ministério da Justiça, temido por Sergio e Moraes. Por que será, heim?

  4. NÃO VAI DAR EM NADA!! MAIS UM SHOWZINHO NO XERIFE.
    A PF se prestar a este papelão é mais uma prova de que este ministro TORRES não é de confiança.

  5. Esse frustrado policial careca não tem mesmo o que fazer! Está na hora de, como nos antigos jogos de pelada quando um jogador era ruim e dizia-se ” pede pra cagar e sai”, desse agente de araque fazer tal solicitação.

  6. supremosSatã – a serviço do descalabro – interessante eles soltam os verdadeiros corruptos do brasil ex.: Lula; Temer etcccc e agora persegue o governo federal. vermes !

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.