Moraes prorroga investigação sobre suposto vazamento de inquérito por Bolsonaro

Ministro do STF decidiu estender investigações por mais 60 dias; presidente teria divulgado dados sigilosos da PF
-Publicidade-
O ministro Alexandre de Moraes, do STF, prorrogou inquérito sobre suposto vazamento de informações sigilosas
O ministro Alexandre de Moraes, do STF, prorrogou inquérito sobre suposto vazamento de informações sigilosas | Foto: Nelson Jr./SCO/STF

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu prorrogar por mais 60 dias as investigações sobre o possível vazamento de um inquérito sigiloso da Polícia Federal (PF) por parte do presidente Jair Bolsonaro. O inquérito apurava um ataque de hackers contra o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O pedido de prorrogação do prazo das investigações foi feito pela própria PF. Durante uma live nas redes sociais no dia 4 de agosto, Bolsonaro divulgou detalhes acerca do inquérito, que investigava a tentativa de invasão hacker ao sistema interno do TSE em 2018. Na ocasião, Moraes determinou a abertura de uma investigação sobre o presidente por suposto vazamento de informações sigilosas.

-Publicidade-

Ao solicitar a prorrogação, a PF informou ao STF que ainda eram necessárias algumas diligências que ficaram pendentes no processo. A Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestou de forma favorável ao prazo maior.

Com informações da TV Globo

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

8 comentários Ver comentários

  1. E o que aconteceu com haker que invadiu o sistema do TSE? Por que o sigilo para uma questão de relevante interesse público? A quem interessa manter tudo isso em sigilo?

  2. Os caras mentem que o sistema eleitoral era inviolável, mas tem um processo sigiloso sobre invasão do sistema do TSE durante a eleição do 2018. Agora o”culpado” é quem divulgou o processo e não quem mentiu deliberadamente.

  3. É notória a perseguição seletiva do Moraes contra apoiadores do PR Bolsonaro e a ele próprio. Não temos um inquérito sequer contra o grupo terrorista MTST ou de revistas detonando a reputação da “Instituição” da Presidência da Republica. Óbvio que se tornou um briga pessoal e o povo está vendo tudo. Quem vai parar este indivíduo prepotente e totalitário?

  4. E aí temeroso ex vice traidor da dilmanta? Arrependido não? Você que além de vampirão não podemos deixar de reconhecer, poderia sim ser um togado de primeira classe, daqueles que estamos precisando? Mas foi você que indicou?

  5. Será que esse Judiciário não tem mais o que fazer? Investigar vazamentos somente quando supostamente vindo do poder Executivo? E quando o MP e a JUSTIÇA vasam seletivamente?
    Agora, se o vazamento demonstrou omissão do TSE aos cidadãos, da invasão hacker do sistema das urnas eletrônicas ditas invioláveis, não é OBSTRUÇÃO DA JUSTIÇA?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.