-Publicidade-

Movimento liderado por Boulos tem manifestantes ‘desanimados’

MTST invadiu ruas de São Paulo na tarde de ontem
Foto: REPRODUÇÃO
Foto: REPRODUÇÃO | mtst - boulos - manifestantes desanimados

MTST invadiu ruas de São Paulo na tarde de ontem

mtst - boulos - manifestantes desanimados
Foto: REPRODUÇÃO

“Desanimados”. É dessa forma que uma fonte ouvida por Oeste define os responsáveis pela aglomeração promovida na tarde de ontem pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST). De acordo com ela, que acompanhou de perto a manifestação realizada nas intermediações do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual de São Paulo, o ato reuniu “menos da metade” de pessoas em relação ao protesto realizado há duas semanas.

Leia mais: “Manifestantes do ‘Black Lives Matter’ destroem loja da Amazon”

Apesar de o MTST propagar que levou 3 mil pessoas para o protesto, autoridades ressaltaram, nos bastidores, que o número não chegou a 400. Nesse sentido, o ato de ontem teve outra baixa. Isso porque não contou sequer com carro de som.

O desânimo, conforme explica a fonte à reportagem, ocorreu devido a atitudes adotadas pelas lideranças do movimento que invadiu ruas do bairro paulistano do Morumbi. Com a ausência de Guilherme Boulos, coordenador do grupo e pré-candidato à prefeitura de São Paulo pelo Psol, os manifestantes foram representados por Josué Rocha — que também responde como coordenador nacional.

Rocha e os demais líderes presentes parecem ter feito com que os integrantes do próprio MTST ficassem desanimados. “São agitadores. E o povo não gostou disso”, comenta a fonte. Por fim, ela menciona que essa mesma liderança incentivou os manifestantes a entrarem em confronto com a Polícia Militar no protesto que ocorreu no início do mês. “Eles falaram: ‘poxa, não foi legal o que fizeram com a gente. Mandaram a gente ir para cima da polícia.'”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês