Na CPI da Covid, Renan fala de tribunal que julgou nazistas e provoca confusão

O senador alagoano citou passagens do que ocorreu no Tribunal de Nuremberg
-Publicidade-
Depois do bate-boca, Renan continuou a polêmica
Depois do bate-boca, Renan continuou a polêmica | Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, senador Renan Calheiros (MDB-AL), provocou confusão na abertura da CPI nesta terça-feira, 25. A testemunha de hoje é a secretária do Ministério da Saúde Mayra Pinheiro. Tudo começou depois de o congressista alagoano abrir os trabalhos do colegiado lendo uma “reflexão” sobre o Tribunal de Nuremberg, que condenou nazistas responsáveis pelo genocídio de judeus na 2ª Guerra Mundial, e mencionar os mais de 400 mil mortos por covid-19 no Brasil.

O senador Fernando Bezerra (MDB-CE) se irritou. “É um absurdo comparar a situação que estamos vivendo com o genocídio que ocorreu na Alemanha. Isso é um absurdo. É mais que um prejulgamento. É uma coisa odienta. Isso não existe. Essas declarações vão ficar registradas nos anais do Senado Federal”, disparou Bezerra. O episódio de hoje entra para a coleção de trapalhadas e ofensas da CPI da Covid, comparada a um “circo” por reportagem de capa publicada sobre o assunto na mais recente edição da Revista Oeste.

Leia também: “Circo Parlamentar de Inquérito”, reportagem publicada na Edição 61 da Revista Oeste

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

16 comentários Ver comentários

  1. Esse senhor se esquece que Hitler escolheu dizimar a população…
    Agora estamos sujeitos a uma ação da natureza que de tempos em tempos nos ataca!
    Essa comparação é um desrespeito sem precedentes às vitimas do holocausto.

  2. Os responsáveis pelas mortes são os governadores e prefeitos que não usaram o protocolo de Porto Seguro da Dra Raissa se tivesse sido usado teríamos salvado pelo menos 180 mil pessoas no Brasil. Há um equívoco generalizado propositalmente arquitetado pelos delinquentes da política e imprensa brasileira. Revolução já!!

  3. Esse julgamento está mais parecido com os julgamentos da revolução francesa que cortava a cabeça de qualquer um que desafiasse o regime. Também é muito parecido com os famosos “julgamentos espetáculo” de Moscou promovidos pelos comunistas. Hitler também produziu julgamentos espetáculo depois do incêndio do Reichstag onde o importante era humilhar os acusados.

  4. Ja que acusar de genocida qualquer ato do Bolsonaro virou moda, vamos falar desse corrupto que sempre participou da matança de milhões de brasileiros com seus roubos milionários, tirando da saúde, dos hospitais, das escolas, das estradas, do saneamento, enfim, de toda forma de proteção de vidas. A corrupção mata muito, muito mais que a Covid, Renan vagabundo. CORRUPTOS, SIM, SÃO GENOCIDAS REAIS. #RenanGenocida

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.