Na OAB, Fachin lamenta ‘recessão democrática’ no Brasil

Ministro do STF fez reclamações ao participar de 'live'
-Publicidade-
O ministro Edson Fachin, do STF
O ministro Edson Fachin, do STF | Foto: Nelson Jr./STF

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), começou a semana como convidado de uma live. Ao participar de evento on-line organizado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o magistrado resolveu bancar o analista político. Entre outras coisas, disse que o Brasil enfrenta período de “recessão democrática”.

Leia mais: “Líder de advogados conservadores garante que a OAB tenta ‘intimidar’”

-Publicidade-

“Além da tragédia pandêmica que assola todo o país, são verificados todo dia atentados à imprensa, apologia da ditadura, tortura”, afirmou Fachin ao discursar no evento virtual. “[] a depreciação do valor do voto e o incentivo às armas e à violência. E, ainda, o incentivo à animosidade entre as Forças Armadas e a sociedade civil”, prosseguiu o membro do STF.

Fachin, contudo, não mencionou um nome sequer de quem, na visão dele, foi responsável por interromper a democracia no Brasil.

Fachin e o processo eleitoral

Diferentemente do presidente Jair Bolsonaro — que já afirmou repetidas vezes duvidar da segurança do processo eleitoral no Brasil, colocando-se como defensor do projeto de implementação do voto impresso —, Edson Fachin sinalizou ter pensamento oposto nesse quesito. Durante a live da OAB, o ministro do STF — que é o atual vice-presidente do Tribunal Superior Eleitoral — elogiou o sistema.

“A Justiça Eleitoral brasileira tem atuado com absoluta transparência”

“É ciente dessa premissa que a Justiça Eleitoral brasileira tem atuado com absoluta transparência, com o labor de entidades independentes e apartidárias”, afirmou Fachin. Por fim, deu a entender ser contrário a quem levanta a possibilidade de fraude no processo eleitoral do país. “É ilegítimo um governo que passa a atuar contra a normalidade constitucional.”

Leia também: “O STF pode tudo?”, matéria do editor-executivo Silvio Navarro publicada na capa da Edição 48 da Revista Oeste

E ainda: “O estranho caso de Alexandre de Moraes”, um artigo do colunista Augusto Nunes

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

10 comentários

  1. Recessão democrática? Esse cara tá louco? Nunca vi tanto ódio contra um governo avassaladoramente eleito após a descoberta da maior bandalha da nossa história! Esse inconformismo é doentio! As máscaras foram dispensadas há dois anos! Acorda Brasil, senão será tarde demais!

  2. Para esse devoto fervoroso da estocadora de vento, democracia é o que praticam ele e seus inocentes coleguinhas Cabeça de Ovo, Boca de Sapo, a vampiro Bento Carneiro, Levandó Whisky. Censura, prisão de deputado que fala a verdade, soltura de bandidos, rasgação diária da Constituição, isso é que é democracia para estes lacaios.

  3. Vamos falar a mesma lingua desses decrépitos:
    ESSE É MAIS UM DIRCURSO DE ÓDIO, ANTIDEMOCRATICO.
    Respeitem o meu voto por favor!
    Não votei simplesmente contra todo esse establisment.
    Votei conscientemente em tudo o que é mais próximo da única instituição em que confiamos neste PAÍS
    AS FFAA DO MEU BRASIL.

  4. A auto-crítica de Fachin sobre a DEMOCRACIA é verdadeira.
    O problema é que este sujeito só vê problemas ligados aos conservadores e liberais.
    E tal posição no defensor do MST não nos causa qualquer estranheza…..
    Requião disse certa vez que o Movimento Sem terra é uma bênção de Deus…..
    Esse pessoal deve favores aos mesmos grupos com quem caminharam a vida toda!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.