Não há feminismo na periferia, afirma Alessandro Santana

Em entrevista à Revista Oeste, o influenciador digital argumenta que as pautas identitárias não conquistam os cidadãos comuns

-Publicidade-
Alessandro Santana é sucateiro e influenciador digital
Alessandro Santana é sucateiro e influenciador digital | Foto: Reprodução/Brasil Paralelo

Em entrevista publicada na Edição 100 da Revista Oeste, Alessandro Santana argumenta que não há discussões sobre pautas identitárias nas periferias. De acordo com o influenciador digital, assuntos como feminismo e racismo não conquistam o cidadão comum.

Leia um trecho da entrevista

“Bandeiras encampadas pela esquerda, como o combate ao racismo, o feminismo e a linguagem neutra, têm vez na periferia?

-Publicidade-

Na periferia, o político de esquerda não fala em linguagem neutra. Esse discurso de racismo que a gente vê na internet não rola. Porque eles sabem que se vierem com esse papo não vai render. Na periferia, o cara da esquerda age como um conservador. Não tem feminismo na periferia. O político de esquerda fala de emprego, de família, de colocar comida no prato, fala de respeito. É desse jeito que eles conquistam as pessoas. É por isso que político de direita não consegue chegar à periferia. Porque na cabeça dele, a pessoa que mora na periferia pensa da mesma forma que quem não mora. Só que é um mundo totalmente diferente. O Guilherme Boulos (Psol), ex-candidato à prefeitura de São Paulo em 2018, na periferia não chegou de barba malfeita e camiseta vermelha. Muito pelo contrário. Chegou de camisa social e sapatênis conversando sobre habitação. Não falou sobre invasão, falou sobre regularização de imóveis. É muito louco um cara que é a favor de invasão de propriedades falar de regularização.”

Gostou? Dê uma olhada no conteúdo abaixo.

Revista Oeste

A Edição 100 da Revista Oeste vai além da entrevista com Alessandro Santana. A publicação digital conta com reportagens especiais e artigos de Augusto Nunes, J.R. Guzzo, Guilherme Fiuza, Rodrigo Constantino, Caio Coppolla, Silvio Navarro, Branca Nunes e Paula Leal, Edilson Salgueiro, Tim Black, Ana Paula Henkel, Pedro Henrique Alves, Bruno Meyer e Dagomir Marquezi.

Startup de jornalismo on-line, a Revista Oeste está no ar desde março de 2020. Sem aceitar anúncios de órgãos públicos, o projeto é financiado diretamente por seus assinantes. Para fazer parte da comunidade que apoia a publicação digital que defende a liberdade e o liberalismo econômico, basta clicar aqui, escolher o plano e seguir os passos indicados.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

  1. Não dá para acreditar em pesquisas de josé dirceu e kakay, fundadores do Poder360 e pesquisa do PoderData.
    Pt e psdb são os lados da mesma moeda ligados pelo vil mdb

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.