-Publicidade-

‘Não tem mágica’, diz Pazuello sobre criação de leitos

Em Chapecó, ministro da Saúde se encontrou com o governador do Estado, Carlos Moisés, e outras autoridades
Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e outras autoridades
Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e outras autoridades | Foto: Prefeitura de Chapecó

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, visitou nesta sexta-feira, 5, o oeste de Santa Catarina. Ele destacou a importância de preparar leitos para atender pacientes com covid-19, mas disse que não “tem mágica”.

O Estado vive um colapso no sistema de saúde em decorrência do agravamento da pandemia e está transferindo pacientes para hospitais do Espírito Santo.

Leia mais: “Com covid-19, senador Major Olímpio vai para a UTI”

“Não tem mágica, você não faz mil leitos em um dia. Vai subindo, faz 60, 70, até termos capacidade de atender todo mundo, o mais rápido possível”, disse o ministro.

Em Chapecó, Pazuello se encontrou com o governador do Estado, Carlos Moisés (PSL), e outras autoridades. Ele visitou unidades de saúde e reafirmou a intenção de vacinar todos os grupos prioritários até o fim do primeiro semestre.

Reforço

Na quinta-feira 4, o Ministério da Saúde informou que foram enviados a Chapecó 12 profissionais da Força Nacional do SUS para fortalecer os atendimentos no município. Outros sete atuam em Xanxerê.

Até agora, o Ministério da Saúde enviou 185 ventiladores pulmonares para Santa Catarina. Chapecó recebeu 31. A Xanxerê couberam 20 monitores e 20 ventiladores.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.