Nem Tudo Se Desfaz, novo documentário de Josias Teófilo, tem pré-estreia hoje

Das 'Jornadas de Junho' de 2013 à eleição de Jair Bolsonaro, filme faz conexão entre episódios marcantes do país nos últimos anos
-Publicidade-
'O grande tema do filme é o movimento das massas', explica Josias Teófilo sobre <i>Nem Tudo Se Desfaz</i>
'O grande tema do filme é o movimento das massas', explica Josias Teófilo sobre Nem Tudo Se Desfaz | Foto: Abraão Soares/Futura Press/Estadão Conteúdo

“Nem Tudo Se Desfaz”, novo documentário do cineasta Josias Teófilo, tem pré-estreia nesta segunda-feira, 20, em São Paulo. O filme faz uma conexão entre alguns dos episódios mais importantes do país nos últimos anos, traçando um paralelo entre as Jornadas de Junho de 2013, o impeachment de Dilma Rousseff, a prisão de Luiz Inácio Lula da Silva e a vitória de Jair Bolsonaro nas urnas.

A pré-estreia do documentário acontecerá no Cine Petra Belas Artes, em São Paulo, a partir das 20h30. Ainda nesta semana, o filme será exibido no Estação Net Botafogo, no Rio de Janeiro, nos dias 22 e 23. Também há datas confirmadas em Porto Alegre (27/9), Belém (28/9), Recife (30/9), Blumenau (4/10) e Belo Horizonte (6/10).

Entrevista: Josias Teófilo: ‘Não precisa ser de direita para tentar entender por que Bolsonaro foi eleito’

-Publicidade-
Documentário de Josias Teófilo tem pré-estreia em São Paulo | Foto: Divulgação

As duas sessões serão apresentadas pela dupla Palhaço e Gatão, do canal Brasileirinhos, do YouTube. Depois da exibição, haverá um debate.

Em entrevista a Oeste publicada no dia 15, Teófilo classifica o filme como “histórico”. “Ele mostra como a atuação das massas no campo político começou a ser protagonista da história brasileira a partir de 2013. Isso não parou. Isso veio para ficar, sejam as massas digitais, sejam as massas físicas, que agora se intercambiam”, afirma.

Leia também: “‘Na cultura, conservadorismo não tem espaço’”, entrevista de Josias Teófilo publicada na Edição 55 da Revista Oeste

Diretor de O Jardim das Aflições (2017), premiado documentário sobre Olavo de Carvalho, Teófilo acredita que o novo filme, assim como o anterior, despertará incômodo na esquerda e, provavelmente, sofrerá algum tipo de boicote. “Nas universidades, a gente já sabe o que vai acontecer. Eles vão tentar impedir as exibições, inclusive usando de violência”, afirma. “O cinema brasileiro está resistindo a entender as causas da eleição de Bolsonaro. Não precisa ser de direita para tentar entender por que Bolsonaro foi eleito.”

Leia também: “O recado das ruas exige liberdade”, reportagem de Silvio Navarro e Cristyan Costa publicada na Edição 77 da Revista Oeste

Assista ao trailer de Nem Tudo Se Desfaz

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.