Nise afirma que declaração de Barra Torres ‘não representa a realidade’, mas defende tratamento precoce

Médica disse que, se convocada, esta à disposição da comissão para esclarecimentos
-Publicidade-
Oncologista e imunologista Nise Yamaguchi | Foto: Divulgação
Oncologista e imunologista Nise Yamaguchi | Foto: Divulgação

A médica Nise Yamaguchi divulgou uma nota [leia íntegra abaixo] rebatendo uma declaração do diretor-presidente da Anvisa na CPI da Covid nesta terça-feira, 11. Antonio Barra Torres afirmou que a oncologista apoiou a mudança na bula da cloroquina para que o remédio fosse recomendado para o tratamento da doença.

A oncologista, no entanto, defendeu o tratamento precoce e afirmou que “já existem evidências científicas comprovadas para o uso de medicações que possam auxiliar no combate às fases iniciais da covid-19”. Ela disse que, se convocada, esta à disposição da comissão para esclarecimentos.

Leia mais: “Queiroga afirma que Bolsonaro é amigo da classe médica: ‘Sempre defendeu a autonomia’”

-Publicidade-

Nota na íntegra

“Declarações da Dra. Nise Yamaguchi:

‘Em relação à declaração do Presidente da ANVISA hoje à CPI da Covid-19, o Exmo. Dr. Almirante Barra Torres, esta não representa a realidade. Sou médica Oncologista e Imunologista com 40 anos de experiência clínica e assessorei os últimos quatro governos federais cientificamente, bem como o governo do Estado de São Paulo. Já existem evidências científicas comprovadas para o uso de medicações que possam auxiliar no combate às fases iniciais da Covid-19 e, caso seja convocada, estarei à disposição da CPI da Covid-19 para esclarecimentos’.”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

17 comentários

  1. Pois é quem disse para aqueles senhores super honrados, fixa limpa da CPI que a Hidroxicloroquina não funciona na fase inicial da COVID, quem disse isto pros caras estarem demonizando desta forma a droga, eles são infectologistas por acaso.

      1. Esconder o nome pra espalhar falsa dicotomia. Típico de terrorista virtual.

  2. A afirmação do Diretor-presidente da ANVISA é um tremendo desserviço ao Brasil, é Absolutamente Precipitada e Desprovida de base científica. O uso offlabel de medicamentos é histórico e já salvou Muitas vidas e continua salvando. O Sr. Barra forçou a barra ao fazer tal afirmação, na contramão da observação de centenas de Médicos atuantes nos Hospitais e que constatam, dia a dia, melhoras de centenas de pacientes, no Brasil e no mundo, com o fármaco por ele rechaçado. Grande Erro do Sr. Barra.

    1. Alberto, vai tomar Cloroquina! O Barras Torres, não é o Queiroga, q não tem coragem para honrar a ciências…. só defende o hospital da família dele na Paraíba…

      1. Já fiz o tratamento precoce no primeiro dia de sintoma do covid e funcionou.
        O conselho federal de medicina já deixou claro que a decisão do tratamento, é uma decisão médica. (entendeu?)
        Quanto à Anvisa, é muito grave seu presidente fazer uma declaração absurda desta apenas por medo de uma CPI dirigida por corruptos. Conheço bem a Anvisa desde a sua fundação, Nunca achei que viveria para ver o dia em que tratamento precoce virasse um palavrão. Por último, caro Livre, a ciência não tem que ser honrada e sim questionada!

  3. Meu Deus!! O que virou este país, se não fosse médicos como a Dra Nise o Brasil teria perdido muito mais vidas . Por não ter seguido o protocolo de Porto Seguro que utiliza o tratamento precoce da Dra Raissa o Brasil matou no mínimo 180 mil pessoas. O nosso único inimigo é o vírus e o tratamento precoce com certeza absoluta diminui o número de mortes. Parabéns Dra Raissa e todos os médicos do Brasil que salvaram vidas com este tratamento.

    1. Conversando com um médico da minha cidade (Olímpia) ele disse que dos 200 pacientes que ele atendeu com COVID só perdeu um porque já chegou com o estado avançado da doença, todos fizeram o tratamento precoce, todos estão vivos sem precisar de ser entubados .

      1. Existe hoje no Brasil uma guerra demoníaca, de um lado os Santos que defendem o tratamento precoce e os demônios que são contra .

  4. Quem define o que eu vou fazer a respeito de meu tratamento sou eu, assessoradp pelos médicos de minha confiança, ou por quem, se for o caso, me atendeu no PS! NÃO é o STF, não é o presidente, governador, deputado, senador, juiz, secretário de saúde,…, a maioria dos quais é político fantasiado de médico e cientista…) nem outros que me dão conselho “para o meu próprio bem” (?) . Que cada um faça sua obrigação! Chega de palpites, mesmo que seja de gente que se acha entendida no assunto! É só a Deus que vou prestar contas.

  5. Há quem diga que, em virtude da baixa letalidade desse vírus (92% deles são casos leves e ou assintomáticos) bastaria tomar um copo d’água que estaria curado; então em vista disso, alegam que o tratamento precoce seria desnecessário. Enfim, pelo sim pelo não, prefiro fazer o tratamento precoce e quanto a tomar água, a tomaria de qualquer jeito.

  6. Pena que Bolsonaro não pode EXONERAR o “amigo” Torres! Tá merecendo um cartão vermelho!!
    Dra. Nise, obrigada por seu excelente serviço e AMOR ao Brasil! 👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏

  7. Quando estes imbecis esquerdopatas ai pegam, tomam tudo escondido que nem aquele calil lá e a outra artistinha da G lixo que disse que estava com febre amarela , quem vcs acham que enganam, conversinha, vão embora daqui , vão morar em Cuba , na China na Venezuela.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro