Novo secretariado de Bruno Covas terá ex-petistas

Prefeito paulistano contará com auxílio de 23 secretários
-Publicidade-
Bruno Covas terá ex-petistas, caso de Marta Suplicy, como secretários
Bruno Covas terá ex-petistas, caso de Marta Suplicy, como secretários | Foto: Reprodução

Apesar de ter rejeitado o PT na disputa pela prefeitura paulistana deste ano, o eleitorado da maior cidade do Brasil verá ao menos duas figuras com passagem pelo Partido dos Trabalhadores em ação no primeiro escalão do Poder Executivo municipal. Reeleito prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) definiu quem serão os seus 23 secretários a partir desta sexta-feira, 1º de janeiro. Além de ex-petistas, torcedora premiada pela Fifa aparece na lista.

Leia mais: “Aumento de salário de Bruno Covas é ‘abusivo e inoportuno’”

Apresentador de televisão com projetos exibidos pelo canal GloboNews, Alê Youssef reassumirá o cargo de secretário de Cultura. Antes de chegar à TV, ele foi filiado ao PT. Inserido na política paulistana, tornou-se membro de outra legenda de esquerda, o PV, e chegou a ser cogitado como candidato a vice-prefeito na chapa de Covas. Dessa forma, filiou-se ao Cidadania e deixou a função em março. No entanto, o vereador Ricardo Nunes (MDB) ficou com a indicação de vice da coligação.

-Publicidade-

Youssef não será o único ex-petista na gestão tucana em São Paulo. Ex-prefeita, Marta Suplicy será a secretária de Relações Internacionais da cidade. Crítica do PSDB nos tempos em que foi mandatária da capital paulista, ministra e senadora, Marta protagonizou mal-estar político-partidário durante o período eleitoral de 2020. Então filiada ao Solidariedade, ela declarou publicamente apoio à candidatura de Covas, apesar de a legenda ter fechado acordo em prol de Márcio França (PSB).

Torcedora premiada

Fora a dupla de ex-petistas, Bruno Covas terá em seu secretariado uma mulher premiada internacionalmente. Mãe de Nickollas, garoto cego e autista, Silvia Grecco recebeu da Fifa o título de “torcedora do ano” em 2019. A história de Silvia foi exibida em reportagem da TV Globo em que se destacou o fato de ela descrever ao filho palmeirense o que acontecia durante um jogo. Agora, ela será secretária da Pessoa com Deficiência, cargo que já exerceu em Santo André (SP).

Lista completa

Confira, abaixo, quem serão os 23 secretários que vão acompanhar Bruno Covas e Ricardo Nunes nas ações do Executivo paulistano:

  1. Claudia Carletto — Direitos Humanos & Cidadania;
  2. Ricardo Tripoli — Casa Civil;
  3. Thiago Milhim — Esportes;
  4. Orlando Faria — Habitação;
  5. Eduardo de Castro — Verde & Meio Ambiente;
  6. Marina Magro — Procuradoria-Geral do Município;
  7. João Manoel Scudeler de Barros — Controladoria-Geral do Município;
  8. Marcos Monteiro — Infraestrutura & Obras;
  9. Silvia Grecco — Pessoa com Deficiência;
  10. Alexandre Modonezi — Subprefeituras;
  11. Édson Aparecido — Saúde;
  12. Berenice Giannella — Assistência & Desenvolvimento Social;
  13. Fernando Padula — Educação;
  14. Levi Oliveira — Mobilidade & Transportes;
  15. Elza Paulino de Souza — Segurança Urbana;
  16. Aline Cardoso — Desenvolvimento Econômico & Turismo;
  17. Alê Youssef — Cultura;
  18. Marta Suplicy — Relações Internacionais;
  19. César Azevedo — Urbanismo & Licenciamento;
  20. Juan Quirós — Inovação & Tecnologia;
  21. Eunice Prudente — Justiça;
  22. Rubens Rizek Jr — Governo;
  23. Guilherme Bueno de Camargo — Fazenda.
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários

  1. Parabéns aos paulistanos pela escolha. Quanto ao moleque Covas, que aumentou o próprio salário em mais de 40%, soldou porta de lojas, aterrizou cidadãos na capital com fotos de valas e caixōes, não passa de um capacho brincando com dinheiro público e agraciando seus amigos esquerdistas.

    1. Inacreditável escolha feita pelos paulistanos…..
      Essas ações citadas protagonizam o caos, opção bem na contra-mão da inteligência que imaginava ter esse importante colégio eleitoral do Brasil.
      Covas enche de esperança um tucanato já falido e que não engana o país.

  2. São Paulo, tal qual o Rio de Janeiro e muitos dos demais estados brasileiros, ainda continua tomado pela marginalidade e, em vez de aproveitar o momento atual para promover alguma mudança, se enterra cada vez mais com PSDB, PT, PSOL, …
    A cura do brasileiro é a máxima redução da ignorância, e isso é tarefa de nós todos!

  3. Bruno Surfistinha é um menino fadado a ser um futuro FHC. Nascido numa casta de políticos, que possuem a França como lugar ideal e socialismo de sucesso, vai se preparando para futuros voos a nível nacional. A cidade de São Paulo esta dominada pela esquerda, e ninguém consegue se eleger aqui sem o apoio dessa gente. Se conseguirmos alguns candidatos de direita na próximas eleições, talvez consigamos nos livrar dessas pragas. O povo paulistano tem 4 anos para se arrepender novamente da cagada feita nas urnas.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro