‘Nunca ouvi falar que mulambo tinha conotação racial’, diz deputado depois de Moraes autorizar inquérito

'Indignação total', resume o parlamentar José Medeiros a Oeste
-Publicidade-
Deputado José Medeiros | Foto: Alan Santos/PR
Deputado José Medeiros | Foto: Alan Santos/PR

Em declaração a Oeste, o deputado José Medeiros (Podemos-MT) lamentou nesta quinta-feira, 18, a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes de autorizar a abertura de um inquérito para investigar suposta prática do crime de racismo por ele ter usado a palavra “mulamba” nas redes sociais. “Indignação total”, resume o parlamentar.

“Eu nunca ouvi falar que mulambo tinha conotação racial. Eu cresci vendo minha mãe falar: ‘Pega esse mulambo aí’. Era um pano velho. E a outra conotação era quando uma pessoa não tem credibilidade, quando é uma pessoa à toa”, disse o deputado.

-Publicidade-

“O que eu fico indignado é que um lado pode tudo, pessoas podem chamar o presidente da República de genocida, de assassino, de nazista. […] E a gente chamar alguém de pano velho, ou seja, de mulambo, em uma discussão normal de rede social gera este desgaste. É o momento político que estamos vivendo. Indignação total”, afirmou José Medeiros.

O dicionário Michaelis afirma que “molambo” tem três significados: “1) Pedaço de pano gasto e sujo; farrapo, trapo; 2) Roupa velha ou esfarrapada; 3) Indivíduo sem determinação ou firmeza de caráter”.

O caso

Moraes atendeu a um pedido da Procuradoria-Geral da República, que afirma que, em 25 de fevereiro deste ano, Medeiros teria se manifestado de forma discriminatória contra a comunidade negra ao chamar de “mulamba” uma mulher que defendeu a abertura de uma CPI para apurar a postura de políticos diante da pandemia.

Segundo o Ministério Público, ao utilizar o termo angolano, que remonta à época da escravidão, para se referir à mulher, o parlamentar teria incorrido em discriminação negativa à raça negra. Para a PGR, a mensagem de Medeiros não estaria dentro dos limites da liberdade de expressão.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

18 comentários Ver comentários

  1. seria para rir se não fosse para chorar diante dessa estupides aliás, na Umbanda (de matriz negra) tem uma entidade que se chama Maria Mulambo e a conotação é a de sempre, trapeira, maltrapilha, vestida de farrapos, etc.

  2. Imaginem se o regime militar fizesse semelhante inquérito. Quando esse frouxo Congresso vai por ordem nesse Judiciário e pedir respeito a Constituição? E quando voltaremos pacificamente às ruas nas manifestações verde amarelas exigindo uma reforma política para acabar com a reeleição, reduzir em no mínimo 1/3 da Câmara Federal, Assembleias Legislativas e Câmaras Municipais, e o Senado a somente um inútil senador por Estado? Não vamos nos esquecer também para pedir uma reforma desse inchado superpoder Judiciário? Isso não são atos democráticos?

  3. Por mera curiosidade pesquisei em vários dicionários a palavra mulambo e, em nenhum deles, encontrei conotação de preconceito contra negros, como deseja a Procuradoria Geral da República e, agora, o ministro Moraes, mais conhecido como ditador cabeça de ovo. Esse processo embasado em tal besteirol, pode ser considerado, para vergonha dessas duas instituições, como autêntico monumento à estupidez humana.

  4. Mais uma atrocidade da PGR: Patrulhar palavras. É impressionante o grau de imbecilidade que ataca certos setores do governo. (Se é que vocês me entendem!)

  5. Que fase está a da humanidade … tudo é tirado de contexto é alterado o significado para perseguição política de forma tão descarada, vil e audaz. Que trípode de gente cretina e maligna tem surgido…

  6. O que o esse Tribunal sempre quis ficou claro na fala do Toffoli naquele evento dessa semana em Portugal. Porém tudo o que Bolsonaro foi acusado deve ser transferido pra eles, inclusive sobre atos antidemocráticos. Está ficando vergonhoso e sem limites o que acontece aqui, com repercussão internacional.

  7. Pesquisem por: PCO ataca presidenta da UNE: “Negra a serviço da casa-grande”; “Nojo”.
    Aguardando sentado a PGR se manifestar…

  8. Então tem de processar todos anti flamenguistas que chamam a gente de mulambo . Onde essa PGR vive ? A mulambada vai pegar a porcada dia 27 , Procuradora .. Brasil doido esse .

  9. Sempre soube que mulambo significava um trapo, um pedaço de pano rasgado, um farrapo, uma pessoa maltrapilha, etc… Não há na língua portuguesa outro significado que relacione a questões raciais. Mas ao que se parece, a melhor coisa a se fazer é não dizer nada quando se refere a determinados grupos sociais, a melhor atitude é apenas ignorar a existência desses indivíduos.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.