‘O áudio é verdadeiro’, diz Wajngarten sobre críticas ao Ministério da Saúde

Em trecho divulgado por revista, ex-chefe da Secom critica gestão da pasta durante a pandemia de covid-19
-Publicidade-
Fabio Wajngarten confirmou autenticidade de áudio divulgado por revista
Fabio Wajngarten confirmou autenticidade de áudio divulgado por revista | Foto: Agência Senado/Flickr

Pressionado por parlamentares da oposição ao governo de Jair Bolsonaro, o ex-secretário de Comunicação da Presidência Fabio Wajngarten admitiu nesta quarta-feira, 12, em depoimento à CPI da Covid, que o áudio divulgado pela revista Veja com trechos de sua entrevista à publicação é verdadeiro.

No trecho divulgado, o ex-chefe da Secom faz críticas à gestão do Ministério da Saúde durante a pandemia de covid-19. Wajngarten fala em “incompetência” da pasta diante das dificuldades na negociação da compra de vacinas da Pfizer.

Leia mais: “Renan ameaça decretar prisão de Fabio Wajngarten”

-Publicidade-

“Me parece que o áudio é verdadeiro, senadora”, afirmou Wajngarten em resposta a um questionamento da senadora Leila Barros (PSB-DF). “Nunca neguei isso. Falei exatamente isso. Houve um excesso de burocracia.”

Mais cedo, como registramos, Wajngarten foi duramente atacado pelo relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), que o ameaçou de prisão por supostamente ter mentido no depoimento. “Vou cobrar a revista Veja. Se ele não mentiu, que ela se retrate. Se ele mentiu à revista Veja ou a esta comissão, eu vou requerer a prisão do depoente”, afirmou Calheiros na ocasião.

Leia também: “Girão critica cúpula da CPI e cobra apuração sobre desvios na pandemia: ‘É assassinato’”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro