‘O tema está nas ruas’, diz Bia Kicis após derrota do voto verificável

'A PEC pode ter tido uma derrota na Câmara, mas está viva na sociedade', afirmou a deputada em entrevista ao Opinião no Ar
-Publicidade-
A deputada Bia Kicis (PSL-DF) participou do <i>Opinião no Ar</i>, da RedeTV!
A deputada Bia Kicis (PSL-DF) participou do Opinião no Ar, da RedeTV! | Foto: Reprodução/YouTube

Em entrevista ao programa Opinião no Ar, da RedeTV!, nesta quinta-feira, 12, a deputada federal Bia Kicis (PSL-DF), autora da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do voto verificável, afirmou que, apesar de o projeto ter sido derrotado no plenário da Câmara, a pauta continua no centro das discussões em Brasília e pela sociedade brasileira.

“Tenho dito que a PEC pode ter tido uma derrota na Câmara, mas está viva na sociedade. As pessoas estão debatendo, e nós não podemos ficar surdos ao clamor das pessoas”, disse a parlamentar, aliada do presidente Jair Bolsonaro, que também defende o voto verificável. “Grande parte dos eleitores não confia no sistema eleitoral. É muito difícil você controlar as pessoas. O tema está nas ruas. As pessoas querem um sistema mais seguro.”

Leia mais: “Bolsonaro, sobre voto verificável: ‘Vou continuar minha luta’”

-Publicidade-

Segundo Bia Kicis, o objetivo dos defensores do voto verificável agora é buscar outros mecanismos que assegurem maior transparência ao processo eleitoral no Brasil. “Ainda que a PEC tenha sido derrotada, nós vamos ter de continuar buscando outros meios para garantir mais transparência nas eleições”, afirmou a deputada. “A PEC só foi derrotada por uma interferência indevida de outro Poder [o Judiciário] no Parlamento.”

Leia também: “Bolsonaro: ‘Não vai se confiar no resultado das apurações’ em 2022”

Foro privilegiado

Na entrevista, Bia Kicis também demonstrou apoio ao projeto que propõe o fim do foro por prerrogativa de função — o chamado foro privilegiado — no Brasil. Nós temos o Senado, que é a única instituição que pode colocar limites no STF [Supremo Tribunal Federal], na atuação dos ministros”, destacou. “E os ministros do STF são os competentes para julgar os senadores e parlamentares em geral. Fica muito complicado. A gente precisa mudar isso, e só o fim do foro poderá trazer essa mudança, para que o sistema de freios e contrapesos possa funcionar.”

Leia também: “Proposta do voto auditável foi barrada por influência de ministros, afirma Vitor Hugo”

De acordo com a deputada, uma das ideias em debate “é deslocar o foro do Supremo para o STJ [Superior Tribunal de Justiça]”, uma instância intermediária. “Você colocar em primeira instância traria complicação para os parlamentares, que terão de responder a processos em qualquer lugar do país”, explicou. “A gente sabe que existem instituições muito organizadas que podem começar a atacar os parlamentares conservadores, por exemplo, com ações em todo o país.”

Leia também: “Pacheco descarta levar adiante no Senado PEC parecida com a do voto ‘impresso’”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

9 comentários

  1. O povo não engoliu a sem vergonhice ultrajante do STF sobre o Legislativo para impedir a PEC 135. Essa pauta é nossa, não do Barroso. Vamos continuar cobrando soluções do Parlamento. O Pacheco tem que desengavetar essa pauta. Ele que se vire com seus interesses particulares e cumpra seu papel como presidente do senado. Tem a pauta do voto impresso, tem os 3 milhões de assinaturas pra impichar Moraes. É bom o Pacheco fazer o seu papel e não precaricar sob o manto de seus interesses escusos com o STF.

  2. Quando o senado vai resolver atender os anseios de seus eleitores? Cadê os senadores do meu estado SP? Votei na senadora que apareceu na cpi fajuta apenas para dar vexame
    Nota : stf, escritório de advocacia. Quando teremos juízes?

  3. É triste viver em um país em que se ignora a ciência estatística. Não precisa haver a impressão de 100% dos votos para atestar a confiabilidade do resultado. De outro lado, se constata que o TSE é parte no processo e, portanto, suspeito.

    O que precisa é realizar votação paralela em 2% das urnas eletrônicas (escolhidas aleatoriamente, por meios não eletrônicos, em cada zona eleitoral), no dia da eleição, com a utilização paralela da biometria do eleitor e com a filmagem da inserção simulada de uma votação, por entidades civis, para ver se bate com as informações do Boletim de Urna.
    É importante esclarecer que a atual votação paralela do TSE deveria ocorrer em 10.000 urnas para ter validade estatística. Além disso, a urna “sabe” que está sendo objeto de teste de integridade pois é inserido um código de controle pré-determinado para a votação, que pode ser utilizado pelo programa de totalização, de forma a gerar um BU que bate com o que a votação simulada inserida na urna.

    O detalhamento deste procedimento pode ser verificado neste vídeo: youtu. be/ebVV0EldkOY

  4. Quem reprovou a auditoria da urna eletrônica votando e não votando – separado por estado.

    Contra e abstenção (219)
    Aécio Neves (PSDB-MG) – (abstenção)
    André Janones (Avante-MG)
    Áurea Carolina (PSOL-MG)
    Eduardo Barbosa (PSDB-MG)
    Leonardo Monteiro (PT-MG)
    Luis Tibé (Avante-MG)
    Marcelo Aro (PP-MG)
    Mário Heringer (PDT-MG)
    Newton Cardoso Jr (MDB-MG)
    Odair Cunha (PT-MG)
    Padre João (PT-MG)
    Patrus Ananias (PT-MG)
    Paulo Guedes (PT-MG)
    Reginaldo Lopes (PT-MG)
    Rodrigo de Castro (PSDB-MG)
    Rogério Correia (PT-MG)
    Tiago Mitraud (Novo-MG)
    Vilson da Fetaemg (PSB-MG)

    Adriana Ventura (Novo-SP)
    Aelton Freitas (PL-SP)
    Alencar S. Braga (PT-SP)
    Alex Manente (Cidadania-SP)
    Alexandre Frota (PSDB-SP)
    Alexandre Leite (DEM-SP)
    Arlindo Chinaglia (PT-SP)
    Arnaldo Jardim (Cidadania-SP)
    Baleia Rossi (MDB-SP)
    Bozzella (PSL-SP)
    Carlos Sampaio (PSDB-SP)
    Carlos Zarattini (PT-SP)
    Eduardo Cury (PSDB-SP)
    Eli Corrêa Filho (DEM-SP)
    Fausto Pinato (PP-SP)
    Geninho Zuliani (DEM-SP)
    Guilherme Mussi (PP-SP)
    Ivan Valente (PSOL-SP)
    Joice Hasselmann (PSL-SP)
    Kim Kataguiri (DEM-SP)
    Luiz Carlos Motta (PL-SP)
    Luiza Erundina (PSOL-SP)
    Marcio Alvino (PL-SP)
    Marco Bertaiolli (PSD-SP)
    Nilto Tatto (PT-SP)
    Orlando Silva (PCdoB-SP)
    Paulo Pereira (Solidariedade-SP)
    Paulo Teixeira (PT-SP)
    Rodrigo Agostinho (PSB-SP)
    Rui Falcão (PT-SP)
    Samuel Moreira (PSDB-SP)
    Tabata Amaral (PDT-SP)
    Tiririca (PL-SP)
    Vanderlei Macris (PSDB-SP)
    Vicentinho (PT-SP)
    Vinicius Poit (Novo-SP)
    Vitor Lippi (PSDB-SP)

    Afonso Florence (PT-BA)
    Alice Portugal (PCdoB-BA)
    Antonio Brito (PSD-BA)
    Bacelar (Podemos-BA)
    Daniel Almeida (PCdoB-BA)
    Félix Mendonça Jr (PDT-BA)
    João C. Bacelar (PL-BA)
    Jorge Solla (PT-BA)
    José Rocha (PL-BA)
    Joseildo Ramos (PT-BA)
    Lídice da Mata (PSB-BA)
    Marcelo Nilo (PSB-BA)
    Mário Negromonte Jr (PP-BA)
    Otto Alencar (PSD-BA)
    Paulo Magalhães (PSD-BA)
    Professora Dayane (PSL-BA)
    Raimundo Costa (PL-BA)
    Sérgio Brito (PSD-BA)
    Valmir Assunção (PT-BA)
    Waldenor Pereira (PT-BA)
    Zé Neto (PT-BA)

    Afonso Motta (PDT-RS)
    Bohn Gass (PT-RS)
    Fernanda Melchionna (PSOL-RS)
    Henrique Fontana (PT-RS)
    Marcon (PT-RS)
    Nereu Crispim (PSL-RS)
    Paulo Pimenta (PT-RS)

    Airton Faleiro (PT-PA)
    Cristiano Vale (PL-PA)

    Alcides Rodrigues (Patriota-GO)
    Delegado Waldir (PSL-GO)
    José Nelto (Podemos-GO)
    Lucas Vergilio (Solidariedade-GO)
    Rubens Otoni (PT-GO)

    Aliel Machado (PSB-PR)
    Enio Verri (PT-PR)
    Gleisi Hoffmann (PT-PR)
    Gustavo Fruet (PDT-PR)
    Luizão Goulart (Republicanos-PR)
    Rubens Bueno (Cidadania-PR)
    Zeca Dirceu (PT-PR)

    Alessandro Molon (PSB-RJ)
    Altineu Côrtes (PL-RJ)
    Aureo Ribeiro (Solidariedade-RJ)
    Benedita da Silva (PT-RJ)
    Chico D´Angelo (PDT-RJ)
    Chiquinho Brazão (Avante-RJ)
    Christino Aureo (PP-RJ)
    Daniela Waguinho (MDB-RJ)
    David Miranda (PSOL-RJ)
    Dr.Luiz Antonio Jr (PP-RJ)
    Glauber Braga (PSOL-RJ)
    Jandira Feghali (PCdoB-RJ)
    Julio Lopes (PP-RJ)
    Luiz Antônio Corrêa (PL-RJ)
    Marcelo Calero (Cidadania-RJ)
    Marcelo Freixo (PSB-RJ)
    Paulo Ramos (PDT-RJ)
    Pedro Augusto (PSD-RJ)
    Pedro Paulo (DEM-RJ)
    Rodrigo Maia (S.Part.-RJ)
    Talíria Petrone (PSOL-RJ)

    André Figueiredo (PDT-CE)
    Célio Studart (PV-CE)
    Domingos Neto (PSD-CE)
    Eduardo Bismarck (PDT-CE)
    Genecias Noronha (Solidariedade-CE)
    Idilvan Alencar (PDT-CE)
    José Airton (PT-CE)
    José Guimarães (PT-CE)
    Júnior Mano (PL-CE)
    Leônidas Cristino (PDT-CE)
    Luizianne Lins (PT-CE)
    Odorico Monteiro (PSB-CE)
    Pedro A Bezerra (PTB-CE)
    Totonho Lopes (PDT-CE)

    André de Paula (PSD-PE)
    Augusto Coutinho (Solidariedade-PE)
    Carlos Veras (PT-PE)
    Danilo Cabral (PSB-PE)
    Daniel Coelho (Cidadania-PE)
    Eduardo da Fonte (PP-PE)
    Felipe Carreras (PSB-PE)
    Fernando Coelho (DEM-PE)
    Fernando Monteiro (PP-PE)
    Luciano Bivar (PSL-PE)
    Marília Arraes (PT-PE)
    Milton Coelho (PSB-PE)
    Raul Henry (MDB-PE)
    Renildo Calheiros (PCdoB-PE)
    Sebastião Oliveira (Avante-PE)
    Silvio Costa Filho (Republicanos-PE)
    Tadeu Alencar (PSB-PE)
    Túlio Gadêlha (PDT-PE)
    Wolney Queiroz (PDT-PE)

    Angela Amin (PP-SC)
    Pedro Uczai (PT-SC)

    Átila Lira (PP-PI)
    Capitão Fábio Abreu (PL-PI)
    Flávio Nogueira (PDT-PI)
    Marcos A. Sampaio (MDB-PI)
    Margarete Coelho (PP-PI)
    Merlong Solano (PT-PI)
    Rejane Dias (PT-PI)

    Beto Faro (PT-PA)
    José Priante (MDB-PA)
    Nilson Pinto (PSDB-PA)
    Vivi Reis (PSOL-PA)

    Beto Pereira (PSDB-MS)
    Dagoberto Nogueira (PDT-MS)
    Fábio Trad (PSD-MS)
    Vander Loubet (PT-MS)

    Beto Rosado (PP-RN)
    João Maia (PL-RN)
    Natália Bonavides (PT-RN)
    Rafael Motta (PSB-RN)
    Walter Alves (MDB-RN)

    Bira do Pindaré (PSB-MA)
    Edilazio Junior (PSD-MA)
    Gastão Vieira (PROS-MA)
    Gil Cutrim (Republicanos-MA)
    Josimar Maranhãozinho (PL-MA)
    Junior Lourenço (PL-MA)
    Marreca Filho (Patriota-MA)
    Pedro Lucas Fernandes (PTB-MA)
    Rubens Pereira Jr. (PCdoB-MA)
    Zé Carlos (PT-MA)

    Bosco Costa (PL-SE)
    Fábio Henrique (PDT-SE)
    Gustinho Ribeiro (Solidariedade-SE)
    João Daniel (PT-SE)
    Valdevan Noventa (PL-SE)

    Camilo Capiberibe (PSB-AP)
    Prof Marcivania (PCdoB-AP)
    Vinicius Gurgel (PL-AP)

    Célio Moura (PT-TO)
    Dulce Miranda (MDB-TO)
    Profª Dorinha (DEM-TO)
    Vicentinho Júnior (PL-TO)

    Profª Rosa Neide (PT-MT)
    Valtenir Pereira (MDB-MT)

    Damião Feliciano (PDT-PB)
    Frei Anastacio (PT-PB)
    Gervásio Maia (PSB-PB)
    Pedro Cunha Lima (PSDB-PB)
    Wellington (PL-PB)

    Edio Lopes (PL-RR)
    Joenia Wapichana (Rede-RR)

    Erika Kokay (PT-DF)
    Luis Miranda (DEM-DF)

    Bosco Saraiva (Solidariedade-AM)
    José Ricardo (PT-AM)
    Marcelo Ramos (PL-AM)
    Sidney Leite (PSD-AM)

    Helder Salomão (PT-ES)

    Isnaldo Bulhões Jr (MDB-AL)
    Paulão (PT-AL)
    Sergio Toledo (PL-AL)
    Tereza Nelma (PSDB-AL)

    Israel Batista (PV-DF)

    Leo de Brito (PT-AC)
    Perpétua Almeida (PCdoB-AC)

    Ausentes (64 deputados)
    AJ Albuquerque (PP-CE)
    Aníbal Gomes (DEM-CE)
    Danilo Forte (PSDB-CE)
    Vaidon Oliveira (PROS-CE)

    Abílio Santana (PL-BA)
    Adolfo Viana (PSDB-BA)
    Arthur O. Maia (DEM-BA)
    Charles Fernandes (PSD-BA)
    Elmar Nascimento (DEM-BA)
    José Nunes (PSD-BA)
    Pastor Isidório (Avante-BA)
    Paulo Azi (DEM-BA)
    Ronaldo Carletto (PP-BA)

    Acácio Favacho (PROS-AP)
    André Abdon (PP-AP)
    Leda Sadala (Avante-AP)

    Adriano do Baldy (PP-GO)
    Flávia Morais (PDT-GO)

    Afonso Hamm (PP-RS)
    Covatti Filho (PP-RS)
    Maria do Rosário (PT-RS)
    Pedro Westphalen (PP-RS)

    Aguinaldo Ribeiro (PP-PB)
    Efraim Filho (DEM-PB)
    Efraim Filho (DEM-PB)
    Hugo Motta (Republicanos-PB)
    Wilson Santiago (PTB-PB)

    Alexandre Padilha (PT-SP)
    Bruna Furlan (PSDB-SP)
    Herculano Passos (MDB-SP)
    Paulo Freire Costa (PL-SP)
    Roberto de Lucena (Podemos-SP)
    Sâmia Bomfim (PSOL-SP)
    Vinicius Carvalho (Republicanos-SP)

    André Fufuca (PP-MA)
    Hildo Rocha (MDB-MA)
    João Marcelo S. (MDB-MA)
    Juscelino Filho (DEM-MA)

    Bilac Pinto (DEM-MG)
    Fábio Ramalho (MDB-MG)
    Igor Timo (Podemos-MG)
    Marcelo Álvaro (PSL-MG)
    Mauro Lopes (MDB-MG)
    Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG)
    Pinheirinho (PP-MG)
    Zé Silva (Solidariedade-MG)

    Cássio Andrade (PSB-PA)
    Celso Sabino (PSDB-PA)

    Daniel Silveira (PSL-RJ)
    Flordelis (PSD-RJ)
    Gelson Azevedo (PL-RJ)
    Soraya Santos (PL-RJ)

    Dr. Leonardo (Solidariedade-MT)

    Fábio Mitidieri (PSD-SE)

    Felipe Rigoni (PSB-ES)

    Fernando Rodolfo (PL-PE)
    Gonzaga Patriota (PSB-PE)

    Flaviano Melo (MDB-AC)

    Giacobo (PL-PR)
    Hermes Parcianello (MDB-PR)
    Luisa Canziani (PTB-PR)

    Hiran Gonçalves (PP-RR)
    Jhonatan de Jesus (Republicanos-RR)

    Laerte Bessa (PL-DF)

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro