Outro governador petista quer punir quem espalhar ‘notícias falsas’

Rui Costa encaminhou um projeto de lei à Assembleia Legislativa da Bahia; penalidade pode chegar a R$ 20 mil
-Publicidade-
O governador da Bahia, Rui Costa | Foto: MANU DIAS/GOVERNO DA BAHIA/FLICKR
O governador da Bahia, Rui Costa | Foto: MANU DIAS/GOVERNO DA BAHIA/FLICKR

Rui Costa encaminhou um projeto de lei à Assembleia Legislativa da Bahia; penalidade pode chegar a R$ 20 mil

O governador da Bahia, Rui Costa | Foto: MANU DIAS/GOVERNO DA BAHIA/FLICKR
-Publicidade-

Possivelmente inspirado pelas práticas de um colega de partido, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), apresentou à Assembleia Legislativa da Bahia um projeto de lei que “combate a criação e divulgação de notícias falsas sobre epidemias, endemias e pandemias”.

Segundo a Secretaria de Comunicação do Estado, a medida prevê aplicação de multa para quem elaborar, propagar e utilizar softwares ou outros mecanismos relacionados ao compartilhamento em massa de notícias falsas — as chamadas fake news.

Em síntese, o projeto entregue aos deputados estaduais na terça-feira 5 estabelece uma penalidade de até R$ 20 mil.

O governador sustenta que a medida é necessária porque ele próprio vem sendo vítima de notícias falsas. Uma delas, por exemplo, se trata de um suposto vídeo em que Costa teria pedido à prefeita de uma cidade no interior da Bahia que simulasse casos de pacientes com a covid-19.

“Esse é um enfrentamento à calúnia, mentira, falsidade e oportunismo. Nós iremos identificar esses criminosos”, garantiu o petista. Em 2016, Cláudio Melo Filho, da Odebrecht, denunciou que o petista recebeu R$ 30 milhões em propina para liberar um negócio de R$ 260 milhões para a Odebrecht.

Controle social da mídia

Em setembro de 2011, a Executiva Nacional do PT elaborou um documento com ataques à imprensa e a defesa do controle da mídia no Brasil.

No texto, apresentado como proposta de resolução para o 4º Congresso do partido, os petistas defenderam o fim da propriedade cruzada em veículos de comunicação, a “democratização” da mídia e a “quebra do monopólio”.

Apesar disso, o partido garante até hoje que é contra qualquer tipo de censura.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site