Pacheco afirma que solução para a crise não está no ‘autoritarismo’

Para presidente do Senado, solução passa pelo diálogo e pelo respeito à Constituição,e não por excessos ou radicalismo
-Publicidade-
Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco | Foto: Reprodução/TV Senado
Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco | Foto: Reprodução/TV Senado

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), fez um pronunciamento nesta quarta-feira, 8, após as manifestações do Dia da Independência. Ele afirmou que o Brasil vive uma crise em várias áreas e que a solução “não está no autoritarismo, não está nos arroubos antidemocráticos, não está em questionar a democracia”.

“Nesse 7 de Setembro, muitos brasileiros foram às ruas, outros milhares não foram. E existe um ponto em comum entre todos os brasileiros: nós vivemos num país em crise. Uma crise real, de fome, de miséria que bate à porta dos brasileiros, sacrificando a dignidade das pessoas”, afirmou.

Leia mais: “Luiz Fux recebe Bia Kicis no STF”

-Publicidade-

O presidente do Senado também citou a inflação, com a perda do poder de compra dos brasileiros, o desemprego, a crise energética e hídrica, além da pandemia. Para ele, a solução passa pelo diálogo e pelo respeito à Constituição, e não por excessos, radicalismo ou extremismo.

“É fundamental, e a gente deve trabalhar muito por isso, que os Poderes sentem-se à mesa, se organizem, se respeitem, cada qual cumpra o seu papel respeitando o papel do outro, e busque uma harmonia que vai significar a solução do problema das pessoas”, declarou.

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro