Pacheco critica política feita com ‘agressividade’ e ‘ironia’

'Nossos inimigos não estão entre os Poderes', afirmou o presidente do Senado, que continuou: 'O inimigo é a pobreza'
-Publicidade-
Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco | Foto: Roque de Sá/Agência Senado
Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco | Foto: Roque de Sá/Agência Senado

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), criticou nesta terça-feira, 14, a política feita com “agressividade ou com ironia”. Segundo ele, essa postura é um caminho “sem volta” e “nefasto” que “não levará o Brasil a lugar nenhum”.

A declaração foi feita durante evento em Brasília que debateu os investimentos na internet 5G. Na ocasião, Pacheco também pregou a importância de união entre os Poderes para o enfrentamento dos reais problemas do país.

Lei mais: “Silva e Luna: Petrobras não repassa volatilidade momentânea ao preço dos combustíveis”

-Publicidade-

“Nossos inimigos não estão entre os Poderes, não estão nas instituições, tampouco estão na relação com o público, com o privado. O inimigo é a pobreza, a fome, a miséria, o desemprego, as crises energéticas e hídrica que estamos enfrentando”, afirmou.

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro