Pacheco: debate sobre voto ‘impresso’ é legítimo, mas eleições são inegociáveis

'É o povo que manda no Brasil, através, sobretudo, do direito a eleições periódicas em que possa escolher seus representantes', afirmou
-Publicidade-
Presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco, em coletiva de imprensa | Foto: Afonso Marangoni/Revista Oeste
Presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco, em coletiva de imprensa | Foto: Afonso Marangoni/Revista Oeste

O presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), chamou uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira, 9, para dar uma série de recados. Ele disse que o debate sobre o voto “impresso” é legítimo, mas, independentemente do que o Parlamento decidir, as eleições são inegociáveis.

Ele pontuou que a periodicidade das eleições é uma imposição constitucional e não depende da vontade de ninguém, nem mesmo do presidente da República: “É o povo que manda no Brasil, através, sobretudo, do direito a eleições periódicas em que possa escolher seus representantes”.

Leia mais: “Eduardo Bolsonaro, Carla Zambelli e outros deputados participam de ato pró-armas”

-Publicidade-

“Todo aquele que pretender algum retrocesso no Estado Democrático de Direito esteja certo de que será apontado pelo povo brasileiro e pela história como inimigo da nação e como alguém privado de algo muito importante para os brasileiros e para o Brasil, que é o patriotismo”, declarou.

Voto “impresso”

Pacheco reforçou que confia na Justiça Eleitoral e não acredita na ocorrência de nenhuma fraude. Em seu entendimento, o sistema não está suscetível a fraudes em 2022. Ele pontuou, no entanto, que respeita quem diverge de sua opinião.

“Essa definição não será feita pelo Poder Executivo, não será feita pelo Tribunal Superior Eleitoral, será feita pelo Congresso Nacional através de uma proposta de emenda à Constituição que está sendo debatida na Câmara dos Deputados. E a decisão que houver por parte do Congresso Nacional haverá de ser respeitada por todos os Poderes e todas as instituições do Brasil”, afirmou.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site