Pacheco participará de articulações, ‘não necessariamente como candidato’

Presidente do Senado disse que nunca confirmou que disputaria o Palácio do Planalto em 2022
-Publicidade-
Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco | Foto: Reprodução/AMM
Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco | Foto: Reprodução/AMM

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), afirmou nesta terça-feira, 8, que participará das discussões nacionais do partido, “mas não necessariamente como candidato”.

Apesar de ter tido o nome ensaiado pela cúpula da sigla, Pacheco disse que nunca confirmou que disputaria o Palácio do Planalto em 2022. As declarações foram dadas após participação em evento em Belo Horizonte.

-Publicidade-

“Eu recebi convite para candidatura pelo PSD e é uma avaliação que ainda não foi feita plenamente por mim. Mas é natural que o partido queira ter candidatura própria e, no momento certo, [o nome] será informado pelo partido”, respondeu, ao ser questionado sobre sua possível candidatura à Presidência da República.

“Acho que em breve o partido, o PSD, deve ter uma posição em relação a sua posição nacional. Isso naturalmente me envolve, certamente eu farei parte dessa discussão, mas não necessariamente como candidato”, acrescentou.

O partido dirigido pelo ex-ministro Gilberto Kassab defende o lançamento de candidato próprio à disputa ao Planalto. Com a indefinição de Pacheco, que pretende focar na reeleição no comando do Congresso em fevereiro de 2022, a sigla cortejou o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, que hoje pertence ao PSDB, para a disputa.

Leite já é citado como presidenciável do PSD nos bastidores, mas não são todos os líderes da legenda que estão dispostos a fazer campanha pelo gaúcho em outubro.

Alguns parlamentares do partido acreditam que o melhor caminho é não lançar nenhum candidato e liberar os palanques regionais, segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

9 comentários Ver comentários

  1. É o típico político burro. O cara tem uma função extremamente importante da Nação e escolhe ser capacho de um Tribunal Corroído e de se tornar o Sabotador-Mor do país. Caso decidisse pela atitude de tornar o país livre e desenvolvido, teria muito mais apoio popular e, consequentemente, votos

    1. @Carlos Souza, e a demanda que seu escritório de advocacia tem no stf em favor da Vale contra os desterrados de brumadinho. Se o stf sentar em cima do processo esse escritório do Pachequinho ficará faturando da Vale a vida toda. O povo que se lasque. Foi o que bob jeferson disse., deve ser por essa fala que o Presidente do ptb está preso.

  2. “pachequinho”, imbecil, “comedor de corda de pseudos ministros”, acordando para realidade vê que não tem voto para encher uma “kombi”como candidato a presidente.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.