Pacheco vai ao STF se encontrar com Fux nesta terça-feira

Presidentes do Senado e do Supremo devem discutir a relação entre Poderes
-Publicidade-
Presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco | Foto: Pedro Gontijo/Senado Federal
Presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco | Foto: Pedro Gontijo/Senado Federal

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), vai se encontrar amanhã com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux. Eles devem discutir a relação entre Poderes. Um grupo de senadores também pode participar da reunião, que ocorrerá na sede da Corte.

A agenda seria uma forma de demonstrar apoio do Congresso ao Supremo e vem na esteira da graça concedida pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) ao deputado Daniel Silveira (PTB-RJ), condenado pelo STF, e dos atos de 1º de maio, em que alguns manifestantes que criticaram os ministros do tribunal.

-Publicidade-

Pacheco também tem mantido contato com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Edson Fachin, e saído em defesa do processo eleitoral brasileiro. “A Justiça Eleitoral é eficiente e as urnas eletrônicas confiáveis. Ainda assim, o TSE está empenhado em dar toda transparência ao processo desde agora, inclusive com a participação do Senado”, escreveu.

O posicionamento foi em reação a uma declaração de Bolsonaro, que defendeu a participação de militares na apuração dos votos nas eleições deste ano. Segundo ele, as Forças Armadas sugeriram ao TSE que um computador das Forças também faça a contagem dos votos.

Em julho de 2021, o TSE disse não existir apuração em “sala secreta”. “Em verdade, a apuração dos resultados é feita automaticamente pela urna eletrônica logo após o encerramento da votação.” Na semana passada, o atual presidente da Corte, Luiz Edson Fachin, disse que a Justiça Eleitoral não está aberta a “intervenção”.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

19 comentários Ver comentários

  1. Esses dois sacripantas estão tramando contra a candidatura do Daniel Silveira. Querem que ele fique inelegível. É esperar para ver. Sempre tramando contra o Brasil! Dali não vem nada de bom.

  2. Canalha ! Covarde !!! Está engavetando tudo para atrapalhar o governo!! Está se borrando de medo do STF desengavetar seus processos !!! Refém do STF !!!! Vagabundo!!!!

  3. A Lei Complementar nº 64/90 prevê, em seu art. 1º, § 2º, uma regra específica para os vices (vice-presidente, vice-governador e vice-prefeito), segundo a qual eles poderão candidatar-se a outros cargos, PRESERVANDO OS SEUS MANDATOS, desde que, nos seis meses anteriores ao pleito, não tenham sucedido ou substituído o titular.
    Nessa caso, o Mourão pode substituir o Bolsonaro, mesmo concorrendo ao senado?

  4. Isso daí, essa conversa da graça presidencial, assim, do nada vai ter que passar pelo congresso mais essa emenda constitucional, então, terão que “convencer” muita gente, talvez consigam, talvez não. Mas o que eu desconfio, não tem graça nenhuma. O buraco é mais embaixo Vão reunir toda a malta formada por representantes do judiciário e legislativo, tipos da laia do Renan Canalheiros, Randofinho Saltitante, etc… para não ter que declinar os nomes desses trastes, juntamente com o tal do Pachecuzãon que ocupará a cadeira presidencial por 5 meses, devido à desincompatibilização em série do presidente da república, vice-presidente e presidente da câmara (outro traste). Então teremos um presidente da república em total sintonia com esses elementos e eu não estou achando graça nenhuma nisso daí. Devemos confiar nas FFAA, durante esse período?

  5. Será que vão combinar a absolvição da Vale no genocídio de Brumadinho? As emas do Cerrado sabem o valor dos honorários de Pacheco nesse episódio tenebroso.

  6. Esse indivíduo só foi eleito porque os mineiros votaram nele para derrotar a estocadora de vento. Está sempre de joelhos para o STF arbitrário e rasgador da Constituição.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.