Passaporte sanitário começa a valer nesta quarta-feira no Rio

Prefeito afirmou que a medida é a 'preparação para a reabertura'
-Publicidade-
O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, é vacinado com a AstraZeneca - 17/06/2021 | Foto: Beth Santos/Prefeitura do Rio
O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, é vacinado com a AstraZeneca - 17/06/2021 | Foto: Beth Santos/Prefeitura do Rio

Começa a valer nesta quarta-feira, 15, o decreto do prefeito do Rio, Eduardo Paes (DEM), que estabelece a apresentação do passaporte sanitário da covid-19 em estabelecimentos da capital fluminense. O documento será exigido de turistas e cariocas. Paes disse que a medida é a preparação para “a reabertura”.

Quem quiser frequentar locais, como cinemas e teatros, poderá comprovar a imunização de três formas: 1) carteira de vacinação digital do ConecteSUS; 2) com a caderneta física; 3) papel timbrado da Secretaria Municipal de Saúde. Bares, restaurantes, shoppings e lojas não foram incluídos no decreto.

A comprovação deverá ser feita em caso de primeira dose, vacinação completa com duas aplicações ou dose única, de acordo com a idade da pessoa e a respectiva data de imunização determinada no cronograma da cidade.

-Publicidade-

Leia também: “O escândalo do passaporte sanitário”, artigo de Guilherme Fiuza publicado na Edição 58

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro