PDT entra na Justiça para obrigar Bolsonaro a ficar em quarentena

Segundo o partido, o presidente colocou a saúde dos cidadãos em risco ao desrespeitar recomendação do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde para combate contra o novo coronavírus.
-Publicidade-
Presidente tem uma lógica própria de governo. Mas poucos entenderam | Foto: Presidência da República
Presidente tem uma lógica própria de governo. Mas poucos entenderam | Foto: Presidência da República

O partido diz que o presidente pôs cidadãos em risco ao participar das manifestações do último domingo

O PDT, Partido Democrático Trabalhista, entrou ontem, segunda-feira 16, com pedido na Justiça para que o presidente Jair Bolsonaro seja obrigado a entrar em quarentena.

-Publicidade-

Na medida cautelar de urgência, protocolada na Justiça do Distrito Federal, a legenda quer que o presidente fique proibido de manter contato, incitar ou organizar manifestações populares.

Segundo o partido, o presidente pôs a saúde dos cidadãos em risco ao desrespeitar recomendação do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde sobre o novo coronavírus.

“Não se trata do cuidado com a sua saúde individual, mas com a responsabilidade compartilhada de estar inserido em uma comunidade”, diz a ação, assinada pelo presidente do PDT, Carlos Lupi.

No último domingo, Bolsonaro participou, em Brasília, de uma manifestação pró-governo.

Na ocasião, ele deixou o monitoramento por coronavírus e interagiu com apoiadores.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.