-Publicidade-

Pelo 2º ano consecutivo, TJ-MT dobra auxílio-alimentação de funcionários

O pagador de impostos é quem banca a despensa
Crédito chegou a quase R$ 1 trilhão de março a maio | Foto: joelfotos/Pixabay
Crédito chegou a quase R$ 1 trilhão de março a maio | Foto: joelfotos/Pixabay | crédito - empréstimo - dinheiro

Pagador de impostos é quem banca a despesa

crédito - empréstimo - dinheiro
Em dezembro, o TJ-MT pagou R$ 2.300 de auxílio alimentação para cada servidor | Foto: joelfotos/Pixabay

O Tribunal de Justiça do Mato Grosso (TJ-MT) dobrou o valor do auxílio-alimentação de seus servidores em dezembro de 2020. Enquanto nos demais meses do ano o valor mensal do benefício é de R$ 1.150, em dezembro os funcionários receberam R$ 2.300.

Leia também: “Salim Mattar sai por virtudes, não defeitos”

A prática é recorrente. Em 2019, o mesmo privilégio foi concedido aos servidores do Judiciário mato-grossense. Como lembra o empresário Salim Mattar, os pagadores de impostos bancam a conta.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

  1. A desgraça dessa republiqueta bananeira chama-se funcionário público. Aí estão judiciário (o pior deles), legislativo e executivo (o menos pior).

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês