PF: Delação de Palocci sobre Lula e BTG não tem provas

Conforme o ex-ministro, bancos doaram R$ 50 milhões a campanhas do PT em troca de benefícios futuros
-Publicidade-
O ex-ministro Antonio Palocci e o ex-presidente Lula | Foto: MARCELLO CASAL JR/AGÊNCIA BRASIL
O ex-ministro Antonio Palocci e o ex-presidente Lula | Foto: MARCELLO CASAL JR/AGÊNCIA BRASIL | O ex-ministro Antonio Palocci e o ex-presidente Lula | Foto: MARCELLO CASAL JR/AGÊNCIA BRASIL

Conforme o ex-ministro, bancos doaram R$ 50 milhões a campanhas do PT em troca de benefícios futuros

pf
O ex-ministro Antonio Palocci e o ex-presidente Lula | Foto: MARCELLO CASAL JR/AGÊNCIA BRASIL

O delegado da Polícia Federal (PF) Marcelo Feres Dantas concluiu que não há provas que corroborem a versão do ex-ministro Antonio Palocci sobre supostos repasses do banco BTG a Lula em troca de informações privilegiadas. Conforme um relatório elaborado pela PF, as informações dadas por Palocci poderiam ser tiradas de pesquisas na internet e notícias de jornais. “Quanto aos fatos, observa-se que foram desmentidos por todas as testemunhas declarantes, inclusive por outros colaboradores da Justiça. Eles aparentemente não teriam prejuízo algum em confirmarem a narrativa de Palocci, caso entendessem ser verdadeira”, argumentou Dantas no documento.

-Publicidade-

Leia também: Aumenta chance de STF livrar Lula da Lava Jato

Em delação, Palocci afirmou que bancos doaram R$ 50 milhões a campanhas do PT. Dessa forma, eles seriam beneficiados nos governos Lula e Dilma, caso os candidatos fossem eleitos. Segundo o ex-ministro, Bradesco, Safra, BTG Pactual, Itaú Unibanco e Banco do Brasil estiveram envolvidos no caso. As instituições supostamente queriam obter informações privilegiadas sobre mudanças na taxa básica de juros, a Selic. Além disso, pretendiam ter a ajuda do governo em outras situações. A PF, porém, não conseguiu identificar de onde teria saído o vazamento da decisão do Comitê de Política Monetária, tomada em 31 de agosto de 2011, e que teria beneficiado as instituições.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

11 comentários

    1. Se palocci naonapresentou provas, nao pode ser vslidada auas acusacoes. Eu acho que ele falou a verdaee mas se nao aoresntiu provas , isso e contra w lei. Sabemos que Lula tem culpa no cartório em muitas coisas mas tem que se apresentar evidências e provas. É paciarder qualquer benefício oriundo dessa delação.

  1. Descobrem agora que a Delação feita lá atrás não tinha provas. Beleza. Que tal então o Delegado Marcelo Feres Dantas propor ação contra seus pares e MPF por improbidade administrativa, fraude e o escambau que seja dentro da Lei, por algo tão grave?

  2. Faltou prova ou faltou diligência? Será que Palocci foi tonto? Será que há real propósito em livrar o afundador da pátria? Dá pra devolver os impostos que eu pago?…

  3. Conta de chegar. Acomodação. Das de zilhões de falcatruas, de todo tamanho, o Palocci resolveu inventar essa. Com certeza… Esse pessoal perdeu totalmente a vergonha.

  4. INTERESSANTE QUE TODAS AS PROVAS FORAM ACEITAS ANTES E PORQUE SÓ AGORA COM O STF GOVERNANDO O PAIS ESSE DEPOIMENTO NAO VALE NADA? PALOCCI NÃO TROUXA E NEM ESTÁ LIDANDO COM FRANCENILO . SABE MUITO BEM O QUE FALOU E TEM DOCUMENTOS,ERA MINISTRO DA ECONOMIA(VIDE LUCRO DOS BCOS NESSE PERIODO) E CADE O MANTEGA, FOI PRESO/SOLTO E ATÉ HOJE NAO SE FALA MAIS, BEM COMO A ROSE(AMANTE DO LULA).

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro