-Publicidade-

PF: Delação de Palocci sobre Lula e BTG não tem provas

Conforme o ex-ministro, bancos doaram R$ 50 milhões a campanhas do PT em troca de benefícios futuros
O ex-ministro Antonio Palocci e o ex-presidente Lula | Foto: MARCELLO CASAL JR/AGÊNCIA BRASIL
O ex-ministro Antonio Palocci e o ex-presidente Lula | Foto: MARCELLO CASAL JR/AGÊNCIA BRASIL | O ex-ministro Antonio Palocci e o ex-presidente Lula | Foto: MARCELLO CASAL JR/AGÊNCIA BRASIL

Conforme o ex-ministro, bancos doaram R$ 50 milhões a campanhas do PT em troca de benefícios futuros

pf
O ex-ministro Antonio Palocci e o ex-presidente Lula | Foto: MARCELLO CASAL JR/AGÊNCIA BRASIL

O delegado da Polícia Federal (PF) Marcelo Feres Dantas concluiu que não há provas que corroborem a versão do ex-ministro Antonio Palocci sobre supostos repasses do banco BTG a Lula em troca de informações privilegiadas. Conforme um relatório elaborado pela PF, as informações dadas por Palocci poderiam ser tiradas de pesquisas na internet e notícias de jornais. “Quanto aos fatos, observa-se que foram desmentidos por todas as testemunhas declarantes, inclusive por outros colaboradores da Justiça. Eles aparentemente não teriam prejuízo algum em confirmarem a narrativa de Palocci, caso entendessem ser verdadeira”, argumentou Dantas no documento.

Leia também: Aumenta chance de STF livrar Lula da Lava Jato

Em delação, Palocci afirmou que bancos doaram R$ 50 milhões a campanhas do PT. Dessa forma, eles seriam beneficiados nos governos Lula e Dilma, caso os candidatos fossem eleitos. Segundo o ex-ministro, Bradesco, Safra, BTG Pactual, Itaú Unibanco e Banco do Brasil estiveram envolvidos no caso. As instituições supostamente queriam obter informações privilegiadas sobre mudanças na taxa básica de juros, a Selic. Além disso, pretendiam ter a ajuda do governo em outras situações. A PF, porém, não conseguiu identificar de onde teria saído o vazamento da decisão do Comitê de Política Monetária, tomada em 31 de agosto de 2011, e que teria beneficiado as instituições.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

11 comentários

    1. Se palocci naonapresentou provas, nao pode ser vslidada auas acusacoes. Eu acho que ele falou a verdaee mas se nao aoresntiu provas , isso e contra w lei. Sabemos que Lula tem culpa no cartório em muitas coisas mas tem que se apresentar evidências e provas. É paciarder qualquer benefício oriundo dessa delação.

  1. Descobrem agora que a Delação feita lá atrás não tinha provas. Beleza. Que tal então o Delegado Marcelo Feres Dantas propor ação contra seus pares e MPF por improbidade administrativa, fraude e o escambau que seja dentro da Lei, por algo tão grave?

  2. Faltou prova ou faltou diligência? Será que Palocci foi tonto? Será que há real propósito em livrar o afundador da pátria? Dá pra devolver os impostos que eu pago?…

  3. Conta de chegar. Acomodação. Das de zilhões de falcatruas, de todo tamanho, o Palocci resolveu inventar essa. Com certeza… Esse pessoal perdeu totalmente a vergonha.

  4. INTERESSANTE QUE TODAS AS PROVAS FORAM ACEITAS ANTES E PORQUE SÓ AGORA COM O STF GOVERNANDO O PAIS ESSE DEPOIMENTO NAO VALE NADA? PALOCCI NÃO TROUXA E NEM ESTÁ LIDANDO COM FRANCENILO . SABE MUITO BEM O QUE FALOU E TEM DOCUMENTOS,ERA MINISTRO DA ECONOMIA(VIDE LUCRO DOS BCOS NESSE PERIODO) E CADE O MANTEGA, FOI PRESO/SOLTO E ATÉ HOJE NAO SE FALA MAIS, BEM COMO A ROSE(AMANTE DO LULA).

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês