PGR abre investigação preliminar sobre offshores de Guedes e de Campos Neto

No Brasil, ter uma empresa desse tipo não é crime, desde que seja declarada à Receita Federal
-Publicidade-
O procurador-geral da República, Augusto Aras
O procurador-geral da República, Augusto Aras | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Procuradoria-Geral da República (PGR) determinou a abertura de uma apuração preliminar sobre as offshores ligadas ao ministro da Economia, Paulo Guedes, e ao presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. Em vigor desde a segunda-feira 4, o procedimento é chamado notícia de fato. Nessa fase, o Ministério Público Federal colhe informações sobre o caso. Posteriormente, a PGR pode solicitar a abertura de um inquérito no Supremo Tribunal Federal.

No fim de semana, um grupo chamado Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos obteve documentos e vazou dados de offshores de Guedes e de Campos Neto em paraísos fiscais, além de milhares de pessoas. No Brasil, ter uma empresa desse tipo não é crime, desde que seja declarada à Receita Federal, como é o caso do ministro da Economia e do presidente do BC — no caso de Campos Neto, as companhias foram fechadas em agosto de 2020.

Leia também: “A tese otimista de Paulo Guedes”, artigo de Rodrigo Constantino publicado na Edição 78 da Revista Oeste

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários Ver comentários

  1. Guedes é imoral, antietico e se beneficiou financeiramente de decisões por ele tomadas, servidor público de carreira, já estava no processo administrativo e compravado, rua, Será que a lei vale pro guedes???

  2. Antes de nos “prendermos” na defesa de ditos conservadores ( sou um, e sério) , devemos refletir no que é certo mas não é justo…alguem que tenha controle do cambio deveria ter investimentos em dolar ?!?!?Antes que me venham chamar de “mortadela” ressalto ser essa apenas uma reflexão…

  3. Caro Cristyan, já inúmeras vezes fiz elogios ao seu trabalho, e mais uma vez no Direto ao Ponto ontem, na entrevista super divertida com o nosso Alexandre.
    Mas pôxa, não queremos a Revista Oeste como apenas agente, ou melhor OBJETO, de instigação a polêmicas, aliás prática inicial da TV aberta de hoje.
    Outros noticiários confiáveis já informaram que o Campos Neto e o Guedes, antes de aceitarem os respectivos convites para se tornarem Funcionários Públicos temporários, preteritamente já cumpriram as regras, atitude que o “staff governamental” nem precisaria exigir, pois temos que respeitar a Constituição.
    Como disse o Alexandre Garcia ontem a uma jornalista no “Direto”: explique o que é ser conservador, progressista, democrata…VALORES PASSADOS!!!
    Faça a sua reportagem buscando os fatos pretéritos, pois estão aí com a beleza da “informação”, das mídias sociais…
    Se bem que aproveite por hora, pois ontem já começou o facebook a atender as recomendações dos chefes globalistas!!!

    1. Caro José, obrigado por acompanhar o meu trabalho. A matéria apenas informa que a PGR abriu um procedimento de investigação preliminar sobre o caso, que pode acarretar algo mais ou não. A reportagem não entra em especulações da imprensa tradicional sobre o que foi revelado. Abraços

      1. Entendo tua matéria que de nenhuma forma denigre a conduta dos ministros, até porque ressalta, que no Brasil ter uma empresa desse tipo não é crime. Todavia proponho que siga nessa matéria mostrando aqueles inúteis políticos e malfeitores que destruíram nosso pais e já se preparam para convocações dos ministros no Congresso, como MOLON e assemelhados, e ações no STF do inútil senador mas competente despachante do STF, RANDOLFE , em mais uma tentativa de desestabilizar este governo.
        Enriqueça a matéria relatando o trabalho legislativo dessa gente inútil como RANDOLFE que votou contra as reformas trabalhista, previdenciária, MP871 de combate às fraudes da previdência, Marco legal do saneamento básico, e outras medidas econômicas importantes para o desenvolvimento.
        Também vi tua importante participação no Direto ao Ponto na entrevista com Alexandre Garcia. Parabéns pelo respeito da tua comunicação com os leitores.

  4. Que conversa mais besta é essa? Abrir uma investigação preliminar sobre algo que uma simples consulta à receita federal já elucidaria o caso? Esses PGR deviam é procurar um serviço de utilidade pública, como capinar e varrer o meu quintal, por exemplo. Utilidade pública para mim, com certeza.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.