PGR não vê excesso da CPI em investigação sobre Prevent Senior

Operadora de saúde é acusada de coagir os médicos a aplicar o tratamento precoce ‘para atender a interesses político-partidários’
-Publicidade-
A CPI da Covid segue investigando a Prevent Senior
A CPI da Covid segue investigando a Prevent Senior | Foto: Divulgação/Prevent Senior

A Procuradoria-Geral da República (PGR) emitiu parecer nesta segunda-feira, 27, em que avalia não ser possível afirmar que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 esteja agindo de maneira irregular ao investigar a operadora de saúde Prevent Senior.

A CPI tem em mãos um dossiê com supostas denúncias de irregularidades elaborado por médicos e ex-médicos da empresa. Conforme noticiou Oeste, a Prevent é acusada de coagir os profissionais a aplicar o tratamento precoce para atender a interesses político-partidários.

Em 20 de setembro, a companhia acionou a PGR para questionar a atuação da CPI na investigação sobre o caso. No documento, a Prevent defendeu que os médicos responsáveis pela divulgação das informações fossem investigados por denunciação caluniosa.

-Publicidade-

Leia mais: “Entenda o caso envolvendo a Prevent Senior”

Segundo o promotor Bruno Freitas, contudo, não é possível afirmar que houve fraude na conduta da CPI.

“Com efeito, a investigação promovida pela aludida CPI ainda está em andamento, inexistindo, até o momento, o relatório conclusivo acerca dos fatos apurados, consoante estabelece o Art. 58, §3 da Constituição”, escreveu. “Nesse sentido, resta por inviável afirmar, na atual conjuntura, se se constatou a alegada ‘movimentação indevida’ da comissão parlamentar, e possível envolvimento de detentor de prerrogativa de foro em supostos atos delituosos.”

Leia também: “MP-SP amplia força-tarefa para investigar a Prevent Senior”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. PERGUNTAR NÃO OFENDE: A CONSTITUIÇÃO FEDERAL PERMITE A INTERFERÊNCIA
    NO FUNCIONAMENTO DE UMA EMPRESA PRIVADA???? QUAL O ALCANCE DA GARANTIA CONSTITUCIONAL DO DIREITO DE PROPRIEDADE???

  2. Denúncias anônimas que deverão vir a lume, aí então a história é outra. Teve um senador sergipano, petista, que diz ser médico sanitarista mas para mim parece mais um sujeito totalmente desequilibrado mostrando uma gravação no celular como se aquilo fosse uma prova irrefutável, para mim esse sujeito pode ser duas coisas: Ou um otário ou um maluco total, não tem outra definição então veremos que “testemunha” anônima é essa, e se ela irá aparecer. Não estou aqui a defender a Prevent Senior mas a mim me parece que o trabalho deles é de muita responsabilidade.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.