PGR pede ao STF para rejeitar ações de Bolsonaro contra o lockdown

Segundo o procurador-geral Augusto Aras, a ação não deve ter mérito analisado por questões processuais
-Publicidade-
Augusto Aras é procurador-geral da República
Augusto Aras é procurador-geral da República | Foto: José Cruz/Agência Brasil

A Procuradoria-Geral da República (PGR) defendeu no Supremo Tribunal Federal (STF) a rejeição da ação apresentada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, contra medidas restritivas determinadas por governadores de Estados para conter o avanço da covid-19.

A Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) pede a suspensão de decretos de três Estados: Pernambuco, Paraná e Rio Grande do Norte. O pedido foi apresentado pelo presidente, em maio, por meio da Advocacia-Geral da União (AGU).

Em parecer assinado pelo procurador Augusto Aras, a PGR afirma que a ação não deve ter o mérito analisado por questões processuais. De acordo com o Ministério Público, os três decretos tinham prazo de vigência — que se encerrou na primeira quinzena de junho.

-Publicidade-

Leia também: “Mesmo com redução nos casos de covid, Araraquara anuncia novo lockdown

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. Espero que Bolsonaro tenha aprendido com esse aí!! Pior que o Aras só o Kassio, meu Deus!
    Karina Kufa que belas porcarias vc indicou, heim?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site