Revista Oeste - Eleições 2022

PL contraria Bolsonaro e indica Lincoln Portela para vice-presidente da Câmara

O atual mandato da Mesa Diretora vai até fevereiro de 2023
-Publicidade-
Cabines foram instaladas no plenário da Câmara para votação desta quarta | Caio d'Arcanchy/Câmara dos Deputados
Cabines foram instaladas no plenário da Câmara para votação desta quarta | Caio d'Arcanchy/Câmara dos Deputados

Por dois votos, o PL indicou o deputado federal Lincoln Portela (MG) como candidato a vice-presidente da Câmara dos Deputados. A eleição ocorrerá nesta quarta-feira, 25, no Plenário Ulysses Guimarães.

A decisão do partido contraria a vontade do presidente Jair Bolsonaro, que desejava o deputado Major Victor Hugo (GO) na 1ª vice-presidência da Casa, que foi líder do governo, mas, em votação interna, foi derrotado por 21 a 19 votos.

O líder do partido, Altineu Cortes (RJ), afirmou que haverá candidatura avulsa, como a do deputado Capitão Augusto (SP).

-Publicidade-

O próximo vice-presidente da Câmara deve ser obrigatoriamente do PL. A vaga, até então, era ocupada por Marcelo Ramos (PSD-AM), que foi eleito para o cargo quando estava filiado ao PL.

Ramos deixou a legenda depois de Jair Bolsonaro se filiar ao partido. Eles são desafetos. O PL foi à Justiça para tomar a vice-presidência de Marcelo Ramos, o que ocorreu na segunda-feira 24.

Um acordo feito entre os partidos na eleição de 2021 determinou que os cargos são das legendas e não dos deputados, e, por isso, Ramos foi destituído da vice-presidência.

De acordo com a Câmara, “a decisão de (Arthur) Lira (presidente da Câmara) reverte decisão tomada em 2016 pelo então presidente Eduardo Cunha (Questão de Ordem 168/16) que permitiu a manutenção do cargo na Mesa Diretora caso o titular mude para um partido do mesmo bloco. A decisão de Cunha permitiu que o então deputado Felipe Bornier mantivesse o cargo de 2º secretário mesmo após trocar o PSD pelo Pros”.

O atual mandato da Mesa Diretora vai até fevereiro de 2023. Marília Arraes (PE) e Rose Modesto (MS) também foram destituídas dos cargos de 2º e 3º secretários. Isso porque elas trocaram, respectivamente, PT e PSDB por Solidariedade e União Brasil. Agora, os cargos até então ocupados pelas deputadas devem retornar para integrantes do PT e do PSDB.

As candidaturas para as disputas das três vagas na Mesa Diretora devem ser registradas até as 19 horas desta terça-feira, 24, por determinação do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

  1. Não interessa quem sai quem entra o importe é que se mantenha os regulamentos as leis. Excepcionalmente o STF não arbitrou. Que surpresa 👀

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.