População tem o direito de ir às ruas no dia 7, diz Bolsonaro

'Que a liberdade individual seja a máxima nesse marcante evento de nossa soberania', afirmou o presidente

A Oeste depende dos assinantes. Assine!

-Publicidade-
O presidente Jair Bolsonaro voltou a convocar as pessoas para os atos de 7 de Setembro em todo o país
O presidente Jair Bolsonaro voltou a convocar as pessoas para os atos de 7 de Setembro em todo o país | Foto: Alan Santos/PR

Na véspera das manifestações em apoio a seu governo programadas para o feriado da Independência, terça-feira 7, o presidente Jair Bolsonaro publicou mensagens em suas redes sociais nas quais afirma que os brasileiros têm o direito de ir às ruas para fazer suas reivindicações.

“Independência está associada à liberdade. Assim sendo, também no escopo dos incisos XV e XVI, do Art. 5° da nossa CF, a população brasileira tem o direito, caso queira, de ir às ruas e participar dessa nossa data magna em paz e harmonia”, escreveu.

Leia mais: “Às vésperas de protestos, sociedade reage à censura e defende liberdade de expressão”

-Publicidade-

Ainda segundo Bolsonaro, “o mesmo se aplica a todos os integrantes do Poder Executivo Federal que não estejam de serviço”. “Que a liberdade individual seja a máxima nesse marcante evento de nossa soberania.”

Leia também: “Brasileiros fazem ‘motociata’ em Miami a favor de Bolsonaro”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Enquanto isso…

    Temos mais um preso político. O Jornal da Cidade Online (JCO) informa nesta manhã de 6 de Setembro, que na noite de ontem a Pretoriana Fuderosa (a Gestapo da Nova Ditadura) bateu na porta de um professor no interiorzão de Santa Catarina. O advogado do alvo, como de costume, não sabe dizer qual o motivo da prisão. Sabe apenas que a ordem partiu do Moraes.

  2. Que como todos nós, Versiani tbm faça a sua parte, ainda que leve o seu piano.
    Para cobrar até mesmo do presidente que abraçou nossas pautas, forjadas nas ruas de todo o Brasil desde 2013, é imprescindível a nossa demonstração de apoio incondicional, para que não viremos uma ursal.
    Dia 07, amanhã:
    Pelas nossas famigeradas pautas
    PEC DA PRISÃO EM SEGUNDA INSTÂNCIA
    VOTO IMPRESSO PARA SER CONTADO
    Afastamento de funcionários públicos que trabalham em desrespeito à legislação e constituição.
    Recondução de bandidos de colarinho branco e chefes do tráfego às prisões.

  3. O Bolsonaro está dizendo isso para quem? Para o cidadão comum? Para a turma do STF eu já sei que não é. Isso me preocupa, pois eu sempre achei que teria o mínimo direito de sair à rua para as minhas atividades as mais triviais. Ou a situação já não está mais assim, hein Bolsonaro? Nesse fim-de-semana tive notícia que alguns cidadãos foram denunciados ou foram parar numa delegacia, pois estavam falando bem ou mal, sei lá, de um certo sinistro do supremo. Devo lembrar a essa esquerdalha escrota que nem mesmo no período militar existia uma situação similar a essa, lembro-me muito bem de programas de TV, Festivais de Música Popular que lançavam muitos desses esquerdinhas que estão aí a nos encher o saco tais como o Caetano Veloso, Chico Buarque, Gilberto Gil “et caterva” usaram e abusaram de críticas aos militares de plantão e esses canalhas ainda dizem que aquilo era ditadura! Ditadura está se iniciando agora, se não tomarem providencias, só lamento que quem está à frente disso daí, não tem a menor estatura para enfrentar essa máquina de moer carne que se aproxima, um BANANÃO DO VALE DO RIBEIRA.

    1. Tomem cuidado do que falam em uma mesa de bar, pois o garçom ou quem quer que seja, pode denunciá-los e vocês acabarem fichados pela lei de segurança nacional!
      Garçom, aqui nessa mesa de bar/ Você já cansou de escutar/ Centenas de casos do …/ Garçom no bar todo mundo é igual…/etc…

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.