Por 5 dias, Ribeirão Preto vai fechar até supermercados

De 27 a 31 de maio, cidade vai enfrentar fechamento quase total para tentar conter o avanço da pandemia
-Publicidade-
Ao centro, prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira | Foto: Prefeitura de Ribeirão Preto
Ao centro, prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira | Foto: Prefeitura de Ribeirão Preto

O prefeito de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, Duarte Nogueira (PSDB), anunciou nesta segunda-feira, 24, que, por cinco dias, a cidade vai enfrentar um fechamento quase total para tentar conter o avanço da pandemia. De 27 a 31 de maio, até supermercados serão fechados.

As medidas foram adotadas diante do aumento de casos, mortes e internações devido à doença. A nova fase foi batizada de “Emergencial Restritiva” e se assemelha ao decreto de lockdown de 17 a 21 de março. O transporte público também ficará suspenso.

Leia mais: “Governo suspende prova de vida de servidores”

-Publicidade-

Os fechamentos também atingem escolas públicas e privadas, shopping centers, comércio em geral, salões de beleza, academias, parques e restaurantes. Segmentos alimentícios deverão trabalhar em sistema de delivery e drive-thru. Cultos religiosos também estão proibidos durante o período determinado, além de eventos esportivos.

A permanência de pessoas em espaços públicos, entre outros locais, também será proibida durante os cinco dias estipulados pela prefeitura. A restrição de circulação de pessoas será das 21 às 5 horas.

“Eu já havia anunciado que tomaríamos medidas mais drásticas, caso os índices colocassem em risco a possibilidade de qualquer pessoa ficar sem leito de UTI, sem respirador, sem oxigênio”, disse Duarte Nogueira. A taxa de de ocupação em leitos de UTI está na casa de 96,1%, com 299 pacientes internados em 308 vagas ofertadas.

Será permitido o funcionamento de serviços de assistência à saúde, assistência à saúde animal, assistências sociais e serviços de transporte por aplicativo e táxi. Na próxima terça-feira, dia 28 de maio, o comitê se reunirá novamente para definir como ficarão as regras restritivas na cidade a partir da segunda-feira, 31 de maio.

O secretário da Saúde, Sandro Scarpelini, explicou que o acompanhamento diário da doença no município aponta para a queda dos números e defendeu a vacinação da população com rapidez. “Os óbitos estão caindo, as internações também, porque a vacinação está funcionando nas faixas etárias que já vacinamos”, afirmou.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro