PP e PL discutem chapa conjunta para candidatura de Bolsonaro à reeleição

Um dos partidos filiaria o presidente da República, enquanto o outro indicaria o candidato a vice na chapa em 2022
-Publicidade-
PP e PL podem formar chapa conjunta para candidatura de Jair Bolsonaro à reeleição em 2022
PP e PL podem formar chapa conjunta para candidatura de Jair Bolsonaro à reeleição em 2022 | Foto: Alan Santos/PR

Dois dos principais cotados para receber Jair Bolsonaro, PP e PL vêm discutindo a formação de uma chapa conjunta para pavimentar a candidatura do presidente da República à reeleição em 2022. Segundo informações do jornal Folha de S.Paulo, as duas legendas estariam costurando um acordo que prevê que uma delas filie o chefe do Executivo e a outra indique o candidato a vice na chapa.

Na semana passada, de acordo com a Folha, Bolsonaro teria dado sinais de que seu destino mais provável seria o PL, partido comandado por Valdemar Costa Neto. No fim de outubro, o dirigente gravou um vídeo no qual reitera o convite ao presidente para que se filie à agremiação. O senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), também pelas redes sociais, agradeceu pelo convite feito ao pai, mas afirmou que Bolsonaro ainda mantém conversas com o PP.

Caso o presidente vá mesmo para o PL, o PP poderia indicar o atual ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira (PI) para a vaga de vice. Neste momento, a repetição da dobradinha entre Bolsonaro e o general Hamilton Mourão (PRTB), que venceu as eleições em 2018, está praticamente descartada.

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

  1. Realmente este site não tem nada a ver com esse tipo de colocação/opinião desse cidadão. Quem lê as notícias por aqui já tem a cabeça aberta p a realidade e dispensa comentários desse tipo.

  2. Pois é… com esse Bozzo dando de ré a todo momento, só nessa semana foram engatadas 3 marchas à ré, tem que tomar cuidado com tanta ré que uma hora dessas pode encostar seu traseiro em algo não muito recomendável.
    1ª Marcha à ré: Abriu as pernas para o Biden, com a tal agenda ambiental
    2ª Marcha à ré: Abriu as pernas para o Xi Jinping com o 5G
    3ª Marcha à ré: Não se fala mais sobre as urnas eletrônicas, desistiu da ideia.
    Vamos lá, pessoal da oposição, o tal do Mito, se prostituiu totalmente, só falta rodar a
    bolsinha lá na praça dos 3 poderes. Aproveitem, que está para cair!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.