Presidente adota tom conciliador em pronunciamento oficial

Jair Bolsonaro voltou a defender o uso da cloroquina e citou exemplo do médico Roberto Kalil Filho, curado após usar o medicamento
-Publicidade-
Foto: Marcos Corrêa/PR
Foto: Marcos Corrêa/PR

Jair Bolsonaro voltou a defender o uso da cloroquina e citou exemplo do médico Roberto Kalil Filho, curado após usar o medicamento

Pronunciamento do Presidente Jair Bolsonaro em rede nacional de Rádio e Televisão
Presidente fez o terceiro pronunciamento em menos de três semanas | Foto: Divulgação
-Publicidade-

O presidente Jair Bolsonaro adotou na noite desta quarta-feira, 8, um tom conciliador durante pronunciamento oficial em rádio e TV e voltou a defender a aplicação da Hidroxicloroquina no tratamento de pessoas contaminadas pelo coronavírus.

Durante seu discurso, Bolsonaro citou o caso do médico Roberto Kalil Filho, diretor-geral do Centro de Cardiologia do Hospital Sírio-Libanês. Ele se recuperou após ter sido contaminado com o coronavírus e admitiu ter usado a cloroquina como parte do tratamento. “Após ouvir médicos, pesquisadores e Chefes de Estado de outros países, passei a divulgar, nos últimos 40 dias, a possibilidade de tratamento da doença desde sua fase inicial. Há pouco, conversei com o Dr. Roberto Kalil. Cumprimentei-o pela honestidade e compromisso com o Juramento de Hipócrates, ao assumir que não só usou a Hidroxicloroquina, bem como a ministrou para dezenas de pacientes. Todos estão salvos”, disse o presidente.

MAIS: “Quem comanda esse time aqui é o presidente Jair Bolsonaro”, diz Mandetta

Nas últimas semanas, Bolsonaro enfrenta uma disputa interna com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que é contra receitar a cloroquina para pacientes em casos leves de covid-19. Mandetta alega que faltam estudos clínicos que atestem a eficácia da cloroquina; Bolsonaro, tem apresentado análises que indicam o contrário.

Em sua fala, o presidente voltou a manifestar preocupação com a paralisação da economia, indicando que vai continuar incentivando o chamado isolamento vertical, destinado a apenas às pessoas integrantes da faixa de risco – idosos e pessoas com baixa imunidade. “Tenho a responsabilidade de decidir sobre as questões do País de forma ampla, usando a equipe de ministros que escolhi para conduzir os destinos da Nação. Todos devem estar sintonizados comigo. Sempre afirmei que tínhamos dois problemas a resolver, o vírus e o desemprego, que deveriam ser tratados simultaneamente”, disse o presidente.

O discurso foi articulado com os militares e tinha o objetivo de arrefecer o ânimo entre políticos ligados ao ministro da Saúde e buscar um acordo com governadores para que eles suspendam, aos poucos, o isolamento horizontal. “Como afirmou o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, cada país tem suas particularidades, ou seja, a solução não é a mesma para todos. Os mais humildes não podem deixar de se locomover para buscar o seu pão de cada dia. As consequências do tratamento não podem ser mais danosas que a própria doença. O desemprego também leva à pobreza, à fome, à miséria, enfim, à própria morte. Com esse espírito, instruí meus ministros”, defendeu o Bolsonaro.

Confira abaixo o pronunciamento completo do presidente da República

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. SENSACIONAL pronunciamento. À confiança é irrestrita ao Capitão. Ele é determinado, e não abrirá mão de seus princípios. Sumiu ontem, muito bem representado pela bela Michelle, que como ELE, fala-nos tocando o coração. Boa Páscoa em Cristo.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site