Presidente do Conselho Federal de Medicina entra na lista de investigados da CPI; senadores reagem

Senador Eduardo Girão lembrou que Mauro Ribeiro nem sequer foi ouvido pela comissão
-Publicidade-
Relator da CPI da Covid, Renan Calheiros | Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado
Relator da CPI da Covid, Renan Calheiros | Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL), informou nesta quarta-feira, 6, que o presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Mauro Ribeiro, foi incluído na lista de investigados pela comissão. A decisão gerou forte reação de senadores.

Para justificar a decisão, Calheiros disse: “Pelo apoio ao negacionismo, pela maneira como deu suporte à prescrição de remédios ineficazes e os defendeu publicamente e pela omissão de fatos criminosos”.

Leia mais: “Covid-19: Renan Calheiros vai propor pensão para órfãos e aposentadoria por invalidez”

-Publicidade-

Imediatamente, o senador Marcos Rogério (DEM-RO) manifestou sua discordância e disse que o presidente do CFM apenas vem defendendo a autonomia do médico no trato com o paciente.

“Ao fazer esse encaminhamento, colocando-o no rol de investigados desta comissão, é como se enquadrasse todos os médicos brasileiros que atuam dentro da sua liberdade”, afirmou.

“Uma injustiça em algum lugar é uma ameaça à Justiça em todo lugar”, disse o senador Eduardo Girão (Podemos-CE) ao citar o pacifista Martin Luther King. O parlamentar destacou que Mauro Ribeiro nem sequer foi ouvido pela CPI.

Mais cedo, Renan Calheiros também incluiu outras pessoas na lista de investigados da comissão: Allan dos Santos, Otávio Fakhoury, Danilo Trento e Marcos Tolentino. Ao todo, a lista tem 37 nomes.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

12 comentários Ver comentários

  1. Na minha modesta opinião é bom que aconteça dessa forma, uma vez que esses atos demonstram claramente qual a (má)intenção do relator e dos G7 dessa CPI do Circo. Qu

  2. Meu Deus!!! Cadê o conselho de ética do senado , estes senadores tem que ser processados pelas atrocidades que vem cometendo. Que país é esse !!! Não podemos ficar calados !!! Prisão para os meliantes!! Revolução já!!!

  3. Quanto mais absurdos o pé-de-macaco Renan faz mais absolvidos estarão os citados.
    Esse é o esperneio da esquerda saudosa por lula, cacifado pelo stf podre e tópa-tudo!

  4. QUEM VAI DIZER SE HAVERÁ INVESTIGADOS OU NÃO É O PROCURADOR GERAL
    DA REPÚBLICA. ATÉ LÁ CALHEIROS VAI CONTINUAR BRINCANDO DE JUIZ! O TRIO ESTÁ SE ACHANDO MUITO IMPORTANTE kkkkkkk DIZ A VOZ DO POVO QUE QUANTO
    MAIS ALTO O VOO MAIOR O TOMBO! É AGUARDAR.

  5. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK “Pelo apoio ao negacionismo, pela maneira como deu suporte à prescrição de remédios ineficazes e os defendeu publicamente e pela omissão de fatos criminosos”… ESSE CIRCO SÓ FICA MELHOR… mas o bom disso é que não será NENHUM indiciado, por absoluta falta de provas

  6. Por mais que se tenta entender o que se passa neste País, concluo infelizmente que realmente sou gente de bem. Não concordo nada com esse canalha, garoto propaganda da globolixo e CNN, ditando regras quando deveria cagar regras.

  7. Querem ameaçar o órgão máximo que rege a medicina no Brasil, simplesmente por defender a autonomia médica, nosso bem mais precioso. Se eu não puder ter liberdade de prescrição, não serei mais médico, serei um ventríloquo de politico autoritário que não tem envergadura moral para sequer apontar o dedo para alguém.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.