Presidente do STJ avalia investigar procuradores da Lava Jato

É o que garante reportagem do jornal O Globo
-Publicidade-
O ex-coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol | Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
O ex-coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol | Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins, estuda ordenar operações contra procuradores da Lava Jato. A informação é do jornal O Globo. Deltan Dallagnol figura entre os alvos do magistrado, garante a matéria. O objetivo é apurar as razões pelas quais Humberto e seu filho foram delatados por Léo Pinheiro, ex-presidente da empreiteira OAS. Conforme noticiou a Revista Oeste em setembro de 2020, a Lava Jato chegou ao advogado Eduardo Martins, filho do chefe do STJ.

Entenda

De acordo com a Justiça, Eduardo foi contratado pelo ex-presidente da Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ) Orlando Diniz de modo a influenciar ministros do STJ e obter decisões favoráveis à permanência dele à frente da Fecomércio do Rio. As provas contra o filho do presidente do STJ foram obtidas pela Polícia Federal através de documentos da Fecomércio e da delação premiada de Diniz.

-Publicidade-

“Cármen Lúcia muda voto, e Moro é considerado suspeito pelo STF”

De acordo com e-mails obtidos pela Lava Jato, a contratação de Eduardo foi intermediada pelo advogado Cristiano Zanin (ele presta serviços ao ex-presidente Lula), que já atuava para Orlando. Através de sucessivos contratos, o escritório de Martins recebeu cerca de R$ 40 milhões da Fecomércio. Os contratos não teriam sido para prestar serviços advocatícios mas sim “a pretexto de influenciar atos praticados por magistrados do STJ”.

Leia também: “A operação que mostrou que todos são iguais perante a lei”, reportagem publicada na Edição 21 da Revista Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.