Processo de ‘impeachment’ contra prefeito de Porto Alegre volta à estaca zero

Justiça anula sessão da Câmara dos Vereadores em que a ação contra Nelson Marchezan Júnior foi iniciada
-Publicidade-
Marchezan Júnior é o prefeito de Porto Alegre. Em meio a processo de impeachment, ele tentará ser reeleito | Foto: Divulgação
Marchezan Júnior é o prefeito de Porto Alegre. Em meio a processo de impeachment, ele tentará ser reeleito | Foto: Divulgação | nelson marchezan júnior - processo de impeachment em porto alegre - justiça

Justiça anula sessão da Câmara dos Vereadores em que a ação contra Nelson Marchezan Júnior foi iniciada

nelson marchezan júnior - processo de impeachment em porto alegre - justiça
Marchezan Júnior é o prefeito de Porto Alegre. Em meio a processo de impeachment, ele tentará ser reeleito | Foto: Divulgação
-Publicidade-

Depois de ser aberto e avançar na Câmara dos Vereadores de Porto Alegre em agosto, o processo de impeachment contra o prefeito da capital gaúcha volta ao ponto de partida. Isso porque a Justiça tomou nesta segunda-feira, 28, decisão favorável ao mandatário da cidade, Nelson Marchezan Júnior (PSDB).

Leia mais: “Quando a turma indicada pelo PT deixará o STF?”

A decisão vinda da Justiça de Porto Alegre anula a sessão realizada pelo Legislativo municipal em 5 de agosto, quando o processo de impeachment foi aberto. Responsável pela anulação, o juiz Cristiano Vilhaba Flores, da 3ª Vara da Fazenda Pública da capital do Rio Grande do Sul, entendeu que a admissibilidade do processo de cassação de mandato do prefeito não poderia ser analisada antes de projetos em regime de urgência irem a votação.

Com o parecer judicial, a Câmara dos Vereadores pode recorrer. De acordo com o site da Rádio Guaíba, o presidente da comissão processante, Hamilton Sossmeier (PTB), afirmou que os próximos trâmites em relação ao processo de impeachment contra Marchezan Júnior estão em análise. Por ora, a sessão de 25 de agosto, quando o processo avançou, também está anulada.

Eleições 2020

Eleito em 2016, Nelson Marchezan Júnior se tornou o primeiro tucano a comandar a cidade de Porto Alegre. Em conflito não só com integrantes do Poder Legislativo, ele rompeu politicamente com o vice-prefeito, Gustavo Paim (PP). Para a disputa eleitoral deste ano, Paim e Marchezan Júnior registraram candidaturas (e em coligações diferentes).

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comment

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site