Projeto de Kim Kataguiri propõe extinguir frentistas em postos

Categoria tem 500 mil trabalhadores
-Publicidade-
Medida deve ser votada em setembro
Medida deve ser votada em setembro | Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) apresentou um projeto de lei (PL) que pode acabar com a profissão de frentista no Brasil. Trata-se de uma emenda à Medida Provisória 1.063, que permite a venda direta de etanol entre usinas e postos e da fidelidade à bandeira de postos de combustíveis.

Segundo o parlamentar, a ideia é baratear preços e modernizar as unidades, como ocorre nos Estados Unidos. Associações temem demissões em massa, caso o PL seja aprovado. Atualmente, o setor tem 500 mil trabalhadores. Datada de janeiro de 2000, uma lei obriga a existência de frentistas.

Conforme os mais recentes dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o país tem 14,4 milhões de desempregados. O PL de Kim deve ser votado em setembro.

-Publicidade-

Leia também: “Causas perdidas”, reportagem publicada na Edição 78 da Revista Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.