PT e PSL tiveram as votações mais caras das eleições 2020

O PT recebeu cerca de R$ 287 milhões do pagador de impostos e o PSL, R$ 275 milhões
-Publicidade-
Lula esqueceu a ficha suja e fez discurso de candidato | Foto: Reprodução
Lula esqueceu a ficha suja e fez discurso de candidato | Foto: Reprodução | lula, eleições 2022, discurso, pt, condenação, ficha suja

Partido dos Trabalhadores recebeu cerca de R$ 275 milhões do pagador de impostos, e o PSL, R$ 287 milhões

lula - operação spoofing - stf
O ex-presidente Lula | Foto: Reprodução/Instagram
-Publicidade-

Na média, PT e PSL tiveram as campanhas menos eficientes nas eleições de 2020. Um levantamento feito pelo jornal Valor Econômico mostra os dois partidos com a pior relação de votos para prefeito por volume de dinheiro público disponível — ou seja: quando comparada a quantidade de recursos que cada um deles recebeu por intermédio dos fundos eleitoral e partidário neste ano com o desempenho nas urnas dos candidatos a prefeito em todo o Brasil.

Leia também: “13 políticos comunistas com patrimônio de dar inveja a qualquer capitalista”

O PT recebeu cerca de R$ 275 milhões do pagador de impostos, e o PSL, R$ 287 milhões. Respectivamente, as duas siglas tiveram 7 milhões e 2,9 milhões de eleitores para prefeito nestas eleições. O partido de Lula, portanto, gastou R$ 39 em cada voto, e a legenda que serviu para Jair Bolsonaro chegar à Presidência, R$ 103.

Os 15 partidos com os votos mais caros

  • 1º PSL
    Custo por voto: R$ 103
    Quantidade de votos: 3 milhões
    Volume de recursos públicos: R$ 287 milhões
  • 2º PT
    Custo por voto: R$ 39
    Quantidade de votos: 7 milhões
    Volume de recursos públicos: R$ 275 milhões
  • 3º PL
    Custo por voto: R$ 34
    Quantidade de votos: 5 milhões
    Volume de recursos públicos: R$ 159 milhões
  • 4º Podemos
    Custo por voto: R$ 32
    Quantidade de votos: 3 milhões
    Volume de recursos públicos: R$ 107 milhões
  • 5º Solidariedade
    Custo por voto: R$ 32
    Quantidade de votos: 2 milhões
    Volume de recursos públicos: R$ 62 milhões
  • 6º PSB
    Custo por voto: R$ 29
    Quantidade de votos: 5 milhões
    Volume de recursos públicos: R$ 152 milhões
  • 7º Psol
    Custo por voto: R$ 28
    Quantidade de votos: 2 milhões
    Volume de recursos públicos: R$ 63 milhões
  • 8º Republicanos
    Custo por voto: R$ 27
    Quantidade de votos: 5 milhões
    Volume de recursos públicos: R$ 140 milhões
  • 9º PDT
    Custo por voto: R$ 26
    Quantidade de votos: 5 milhões
    Volume de recursos públicos: R$ 139 milhões
  • 10º PP
    Custo por voto: R$ 24
    Quantidade de votos: 8 milhões
    Volume de recursos públicos: R$ 184 milhões
  • 11º PTB
    Custo por voto: R$ 24
    Quantidade de votos: 3 milhões
    Volume de recursos públicos: R$ 63 milhões
  • 12º DEM
    Custo por voto: R$ 19
    Quantidade de votos: 8 milhões
    Volume de recursos públicos: R$ 157 milhões
  • 13º MDB
    Custo por voto: R$ 17
    Quantidade de votos: 11 milhões
    Volume de recursos públicos: R$ 191 milhões
  • 14º PSD
    Custo por voto: R$ 17
    Quantidade de votos: 11 milhões
    Volume de recursos públicos: R$ 184 milhões
  • 15º PSDB
    Custo por voto: R$ 16
    Quantidade de votos: 11 milhões
    Volume de recursos públicos: R$ 176 milhões
Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comments

  1. Há fatos que causam espanto nesta terra tupiniquim!!! Por exemplo, a candidata à Prefeitura de São Paulo, Joice Hasselman, que não se elegeu, gastou mais de cinco milhões de reais em sua campanha. O atual prefeito, e candidato à reeleição, gastou mais de dezessete milhões. Isso de acordo com o noticiado pela imprensa. Partindo-se da hipótese de que o cargo de prefeito seja remunerado com o total de trinta mil reais mensais, e que os candidatos não gastem um centavo dessa remuneração, ao fim do mandato de quatro anos o total recebido, a titulo de remuneração, será igual a um milhão, quatrocentos e quarenta mil reais!!!!!! Ou seja, não cobre o gasto com a eleição!!!!!! Quanto patriotismo não !!!????? Até o Conselheiro Acácio está boquiaberto com tanta vontade de servir ao povo!!!

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site