‘Quem não aceitar minhas bandeiras está no governo errado’, aponta Bolsonaro

Em gravação de reunião ministerial, presidente afirma que quer que população possa ter o direito de se armar para se defender de quem quer que tente impôr uma ditadura.
-Publicidade-
Bolsonaro exigiu alinhamento total a seu governo em reunião ministerial | Foto: Marcos Corrêa / PR
Bolsonaro exigiu alinhamento total a seu governo em reunião ministerial | Foto: Marcos Corrêa / PR

Em gravação de reunião ministerial, presidente afirma que quer que população possa ter o direito de se armar para se defender de quem queira tentar impor uma ditadura

Bolsonaro exigiu alinhamento total a seu governo em reunião ministerial
Foto: Marcos Corrêa/PR

Em mais um trecho do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril liberado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello, o presidente Jair Bolsonaro explica por que defende o porte de arma no país.

-Publicidade-

“Como é fácil impor uma ditadura no Brasil. Como é fácil. O povo tá dentro de casa. Por isso que eu quero, ministro da Justiça e ministro da Defesa, que o povo se arme! Que é a garantia que não vai ter um filho da p. aparecer pra impor uma ditadura aqui!”, exalta-se o presidente. “E se eu fosse ditador, né? Eu queria desarmar a população, como todos fizeram no passado quando queriam, antes de impor a sua respectiva ditadura. Aí, que é a demonstração nossa, eu peço ao Fernando [Azevedo e Silva, ministro da Defesa] e ao [Sergio] Moro [ex-ministro da Justiça e Segurança Pública] que, por favor, assine essa portaria hoje […]! Por que que eu tô armando o povo? Porque eu não quero uma ditadura!”

Na sequência, o presidente ainda deixa claro que quem está no governo deve acompanhá-lo em seus ideais.

“Quem não aceitar a minha, as minhas bandeiras: família, Deus, Brasil, armamento, liberdade de expressão, livre mercado, [..] está no governo errado. Esperem pra vinte e dois [2022, a próxima eleição para presidente], né? O seu Álvaro Dias. Espere o Alckmin. Espere o Haddad. Ou talvez o Lula, né? E vai ser feliz com eles, pô! No meu governo tá errado!”, exclamou Bolsonaro.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.