‘Queremos ser a solução para o presidente’, diz senador do PL

Principal entrave para a ida de Jair Bolsonaro é o apoio da legenda ao grupo político de João Doria (PSDB) em São Paulo
-Publicidade-
O senador Wellington Fagundes (PL-MT) participou do <i>Jornal da Manhã</i>, da Jovem Pan
O senador Wellington Fagundes (PL-MT) participou do Jornal da Manhã, da Jovem Pan | Foto: Reprodução/YouTube

Em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan, nesta quarta-feira, 17, o senador Wellington Fagundes (MT) afirmou que o Partido Liberal (PL) está de portas abertas para Jair Bolsonaro. Segundo o parlamentar, a legenda quer ser “a solução” para o presidente, e não um problema nas eleições de 2022.

Como noticiado por Oeste, o principal entrave para a ida de Bolsonaro ao PL é o apoio já firmado da legenda à candidatura do vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), ao Palácio dos Bandeirantes em 2022. Garcia é vice de João Doria (PSDB), um dos principais adversários de Bolsonaro.

Fagundes disse que haverá uma reunião entre representantes de todos os diretórios estaduais do PL na tarde de hoje. “Essa reunião será com a presença de todos os presidentes estaduais do PL. Foi convocada exatamente para discutir cada Estado. Com a viagem do presidente ao Oriente Médio, alguns pontos foram colocados, principalmente São Paulo”, disse o senador.  

-Publicidade-

De acordo com Fagundes, todos os esforços têm sido feitos “para que a gente pudesse encontrar a melhor harmonia possível dentro do PL para abrigar todos aqueles companheiros do presidente Bolsonaro”. “Nós queremos ser a solução para a eleição do presidente. Não queremos criar nenhum problema”, afirmou. 

Caso entre no PL, Bolsonaro encontrará um partido com força eleitoral e grande capilaridade nacional, avalia o senador. “O presidente vai encontrar um partido organizado, que hoje é o terceiro maior da Câmara dos Deputados e que tem uma organicidade muito grande.”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

  1. É o principal partido do centrao, não é pouco, mas nas alianças regionais, o bozo será o mais traido do país, aceita que dói menos bozzo kkkkkkkkkkk

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.