R$ 122 milhões repatriados pela Lava Jato vão para os cofres da União

Outros bens ainda serão convertidos em renda para o governo brasileiro
-Publicidade-
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A Advocacia-Geral da União (AGU) divulgou nesta sexta-feira, 7, que garantiu a transferência de mais de R$ 122,7 milhões aos cofres públicos federais de recursos desviados em atos de corrupção revelados pela Lava Jato.

Em um primeiro processo, foram R$ 120,4 milhões repatriados do exterior depois que os envolvidos assinaram acordo de delação premiada e se comprometeram a devolver o dinheiro. Além desse valor, existem outros bens a ser levantados e convertidos em renda para a União.

Leia mais: “Novo presidente do Banco do Brasil nega interferência política: ‘Zero’”

-Publicidade-

No segundo caso, foram arrecadados cerca de R$ 4,6 milhões em um leilão de barras de ouro e diamantes que estavam em um cofre na Suíça e pertenciam ao ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral. União e Estado do Rio de Janeiro dividiram o montante e cada um recebeu cerca de R$ 2,3 milhões.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.