Renan afirma que CPI ‘cumpriu seu papel’ ao desgastar Bolsonaro e duvida de reeleição

'Vimos ao longo dos últimos meses uma completa erosão de popularidade' do presidente, diz senador
-Publicidade-
O senador Renan Calheiros (MDB-AL) deve concluir o relatório final da CPI da Covid nas próximas semanas
O senador Renan Calheiros (MDB-AL) deve concluir o relatório final da CPI da Covid nas próximas semanas | Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Covid, admitiu nesta segunda-feira, 23, o que quem acompanha as sessões do colegiado já percebeu há meses: o uso político da comissão com o objetivo de atingir o governo de Jair Bolsonaro.

Ao participar de um evento da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), o senador alagoano disse não considerar a hipótese de que Bolsonaro seja reeleito para o segundo mandato em 2022 — e reconheceu que a CPI teve papel fundamental no processo de desgaste sofrido pelo presidente da República.

Leia mais: “Bolsonaro volta a defender voto verificável e fala em ‘suspeição’ das urnas”

-Publicidade-

“Só a partir do final da CPI vou, mais detalhadamente, tratar desse encaminhamento, mas avalio que, sob nenhuma hipótese, correremos o risco de ter a reeleição do presidente Jair Bolsonaro. O desespero dele é consequência disso”, disse Calheiros.

J.R. Guzzo: “Renan Calheiros, o editor-chefe do noticiário político”

O senador emedebista, que deve concluir o relatório final da CPI nas próximas semanas, disse ainda que a comissão “cumpriu um papel importante na erosão de popularidade do governo”. “Não era isso o que pretendíamos, mas vimos ao longo dos últimos meses uma completa erosão de popularidade”, afirmou.

Leia também: “Presidente da CPI da Covid limita acesso a documentos sigilosos”

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro