Renan Calheiros volta a ameaçar Wajngarten: ‘Eu vou pedir a prisão’

Relator da CPI da Covid fala em 'espetáculo de mentiras' e reitera que pedirá a detenção do ex-secretário de Comunicação da Presidência
-Publicidade-
Relator da CPI, senador Renan Calheiros reiterou que pedirá a prisão de Fabio Wajngarten
Relator da CPI, senador Renan Calheiros reiterou que pedirá a prisão de Fabio Wajngarten | Foto: Agência Senado/Flickr

Diante dos ataques e pressões da maioria oposicionista na CPI da Covid, a situação do ex-secretário de Comunicação da Presidência Fabio Wajngarten parece estar se complicando. O relator da comissão, Renan Calheiros (MDB-AL), voltou a dizer há pouco que pedirá a prisão do ex-chefe da Secom por supostamente ter mentido à CPI.

“Este é o primeiro caso de alguém que vem à CPI e, em desprestígio da verdade, do Congresso e da representação política, mente”, afirmou Calheiros. “O presidente [da CPI, Omar Aziz] pode até decidir diferentemente. Mas eu vou, diante do flagrante evidente, pedir a prisão de Vossa Senhoria”, completou o relator.

Leia mais: “Renan ameaça decretar prisão de Fabio Wajngarten”

-Publicidade-

Ainda segundo o senador alagoano, “o espetáculo de mentiras que nós vimos hoje aqui é algo que não vai se repetir e não pode servir de precedente”.

Calheiros alega que Wajngarten mentiu à CPI sobre o conteúdo de suas declarações em entrevista à revista Veja e também a respeito de uma campanha publicitária intitulada “O Brasil não pode parar”, divulgada durante a pandemia de covid-19.

Leia também: “‘O áudio é verdadeiro’, diz Wajngarten sobre críticas ao Ministério da Saúde”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

9 comentários

  1. Vejam a ironia desta CPI, o presidente Omar acusado de prostituição de menores, o relator Renan, corrupto até a medula, responde a muitos processos, em sua defesa no caso a pensão alimentícia, declarou bois voadores, chamando a testemunha de mentiroso.O SENADO FEDERAL NÃO É NECESSÁRIO. Estão chamando os brasileiros de bem de idiotas. Quando chegar a hora dos brasileiros pedirem a extinção do SENADO, vai ser tarde.O Senado está dividido entre corruptos e covardes.

  2. DESAFORO COM O CIDADÃO DE BEM. PAGADOR DE IMPOSTOS COMO EU.
    Bandido da pior espécie, protegido pelo Estado aparelhado.
    Vagabundo que não tem o direito de inquirir e pressionar gente de bem!!!
    Hipócrita, hoje esperança de uma imprensa suja, de uma corja de vagabundos que se rendem às organizações criminosas, as quais protegem para não se foderem.
    É um assinte nos reapresentarem Renan Calheiros!!! e dando voz de prisão?
    Você foi uma decepção para os mineiros, Dr. Rodrigo Pacheco. Você não chegará ao STF como pretende para ter emprego vitalício, até porque nos faz lembrar esse tribunal que não nos representa.
    PEC DA BENGALA
    PEC DA PRISÃO EM SEGUNDA INSTÂNCIA
    VOTO IMPRESSO EM URNA ELETRÔNICA.
    Chega de farsa.
    Querem o que, se existem responsáveis finais para proteção das instituições e do País, se já “sinalizamos”, se todo o povo brasileiro só confia em uma instituição, as FFAA?

    1. Estamos vivendo de ponta cabeça, primeiro STF anula a condenação em três instâncias do ex-presidiário. Agora o pseudo paladino, dando voz de prisão ao cidadão de bem. A profecia se cumprindo, o juízo final está próximo. Deus acima de todos!

  3. Ah ah ah! Você não tem mesmo um pingo de vergonha na cara, seu Renan C@#$%*&. Quero ver se você tem aquilo roxo, para mandar prender Wajngarten. Você representa perfeitamente a qualidade do senado que temos.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro