Resumo da semana: manifestações no 7 de Setembro, carta à nação e Lula ‘burguês’

Confira os destaques selecionados pela Revista Oeste
-Publicidade-
Pessoas aguardam discurso do presidente Bolsonaro na Avenida Paulista
Pessoas aguardam discurso do presidente Bolsonaro na Avenida Paulista | Foto: Cristyan Costa/Revista Oeste

Segunda-feira, 6 de setembro

O presidente Jair Bolsonaro assinou a medida provisória (MP) que altera o Marco Civil da Internet. De acordo com a Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom), a proposta evita a remoção arbitrária e imotivada de contas, perfis e conteúdos por provedores.

Ainda na segunda-feira, Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, confirmou a retirada de um tumor no cólon. Segundo o último boletim médico divulgado pelo Hospital Israelita Albert Einstein, o maior jogador de futebol de todos os tempos está se recuperando de maneira satisfatória.

-Publicidade-

Terça-feira, 7 de setembro

No feriado da Independência do Brasil, as manifestações favoráveis ao presidente Jair Bolsonaro foram registradas em 26 capitais e no Distrito Federal. Oeste organizou as fotos e os vídeos que marcaram os protestos.

No mesmo dia, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a detenção de Jason Miller, ex-conselheiro político de Donald Trump, ex-presidente dos Estados Unidos. O interrogatório faz parte do inquérito que investiga a organização de supostos atos antidemocráticos.

Quarta-feira, 8 de setembro

O produtor musical Dudu Braga, de 52 anos, filho de Roberto Carlos, morreu após batalha contra um câncer no peritônio (membrana que envolve a parede abdominal). Ele estava internado no Hospital Israelita Albert Einstein.

Ainda na quarta-feira, o Ministério da Infraestrutura informou que 14 Estados registraram protestos de caminhoneiros em rodovias. Os manifestantes bloquearam a entrada do STF para protestar contra os juízes da Corte.

Quinta-feira, 9 de setembro

Bolsonaro e Moraes conversaram, por telefone, numa tentativa de acalmar o acirramento dos ânimos. Conforme noticiou Oeste, a ligação foi mediada pelo ex-presidente Michel Temer. O emedebista se comprometeu a costurar o fim do inquérito dos “atos antidemocráticos”; em troca, Bolsonaro abaixaria o tom contra o Supremo.

No mesmo dia, a mais alta Corte brasileira abriu licitação de R$ 1.792.951,78 para a contratação de 14 seguranças privados. O contrato vai durar dois anos, segundo o edital.

Sexta-feira, 10 de setembro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva revelou como paga as contas todos os meses. “Hoje, eu sobrevivo do PT”, disse, em entrevista a um podcast do rapper Mano Brown. “O PT me paga um salário, acho que é de R$ 27 mil.”

Ainda na sexta-feira, a deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) entrou com representação no Ministério Público contra o parlamentar Arthur do Val (Patriota-SP), conhecido como Mamãe Falei. Arthur acusou Janaina de negociar a “manutenção de cargos em uma estatal” em troca de seu voto favorável ao Projeto de Lei (PL) 529, que permitiu ao governador de São Paulo, João Doria, reduzir a isenção de ICMS de alguns produtos.

Sábado, 11 de setembro

Familiares das vítimas do 11 de Setembro participaram de cerimônia neste sábado, 11, em homenagem aos norte-americanos que morreram em virtude da ofensiva terrorista contra as Torras Gêmeas, registrada há 20 anos. Durante o ato, realizou-se uma leitura com o nome de cada pessoa falecida.

Mais tarde, Oeste noticiou que o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, avalia disputar uma vaga no Senado nas eleições de 2022. Ele aguarda a filiação de Bolsonaro a um partido para seguir o mesmo destino — só não definiu se concorrerá por São Paulo ou outro Estado cuja economia esteja atrelada ao agronegócio, como Goiás ou Mato Grosso.

Leia também: “Oeste no Ar: os principais destaques da Edição 77”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro