‘Rezo todo dia para acabar esse ano’, diz Lira

'Nós tínhamos crises de três em três meses, hoje nós temos crises semanais e temos que acostumar com elas', afirmou
-Publicidade-
Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira | Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados
Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira | Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), disse nesta sexta-feira 26 que reza “todo dia” para que o ano acabe. Segundo ele, a todo momento é preciso “enfrentar uma crise diferente”.

“Todo dia eu rezo para acabar esse ano, porque a bateria vai diminuindo com o passar dos dias”, afirmou, em entrevista à Jovem Pan.

-Publicidade-

“Nós tínhamos crises de três em três meses, hoje nós temos crises semanais e temos que acostumar com elas, mas são absolutamente desnecessárias”, declarou.

Lira também falou sobre as emendas de relator, que estão suspensas pelo Supremo Tribunal Federal, e voltou a dizer que o apelido “orçamento secreto” é “injusto”.

Segundo o deputado, “a Câmara e o Senado são as instituições mais transparentes e acessíveis da República para a população”. “Não tem nenhum problema com transparência ou acesso de dados. Não temos nada a esconder em relação a isso”.

“Todos nós temos claro que essa adjetivação de ‘secreto’ é muito injusta. As emendas acontecem desde 1988 e ninguém nunca levantou polêmica sobre isso porque ninguém as conhecia”, prosseguiu Lira.

Na entrevista à Jovem Pan, Lira ainda tratou da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) dos Precatórios, que abre espaço no Orçamento para o pagamento do Auxílio Brasil, novo programa social do governo, que sucede o Bolsa Família.

O projeto, aprovado pela Câmara, ainda não foi apreciado pelo Senado. “O Senado tem a responsabilidade nas suas costas. A Câmara cumpriu seu papel, como sempre tem feito. Ela tem entregado as matérias de que o Brasil precisa”, disse.

“Não podemos desestabilizar mercado, dólar, bolsa, juros futuros, por uma politização de 2022”, prosseguiu o presidente da Câmara. “Confio que os senadores chegarão a um bom termo e votarão essa matéria no dia 30”.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.