Romeu Zema barra avanço de projeto considerado a favor da ideologia de gênero em Minas

'Não precisamos de mais regras genéricas', declarou o governador
-Publicidade-
Zema se opôs a texto de deputado petista
Zema se opôs a texto de deputado petista | Foto: Reprodução/Redes sociais

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), anunciou nesta sexta-feira, 17, que vai vetar o projeto de lei (PL) considerado a favor da ideologia de gênero. A medida foi aprovada pela Assembleia-Geral do Estado no começo do mês. “Não precisamos de mais regras genéricas e sim fazer as leis atuais funcionarem”, escreveu Zema, no Twitter. De autoria do deputado André Quintão (PT), o PL estabelece a imposição de multa a empresas que cometem “atos discriminatórios em virtude da orientação sexual de funcionários”.

Parlamentares de oposição criticaram o texto ao sustentar que a medida criaria até o chamado “terceiro banheiro” nas companhias, com a finalidade de atender pessoas de “gênero neutro”. Quintão negou. “A luta por justiça e respeito é de todos, porém já existem leis federais e estaduais que preveem penalidade para discriminação contra orientação sexual”, ressaltou Zema nas redes sociais. Minas se junta a Santa Catarina (SC) no enfrentamento de projetos similares. Em junho, SC proibiu o uso da linguagem não binária.

Leia também: “Um liberal no poder”, reportagem publicada na Edição 49 da Revista Oeste

-Publicidade-
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.