Operação faz 4 prefeitos trocar gabinetes por celas

Trabalho liderado pela Polícia Federal resultou em prisões de políticos
-Publicidade-
Além de levar políticos para a cadeia, policiais federais apreenderam dinheiro em espécie em Rondônia | Foto: Divulgação/PF
Além de levar políticos para a cadeia, policiais federais apreenderam dinheiro em espécie em Rondônia | Foto: Divulgação/PF | rondônia - prefeitos presos - polícia federal

Trabalho liderado pela Polícia Federal resultou em prisão de políticos

rondônia - prefeitos presos - polícia federal
Além de levarem políticos para a cadeia, policiais federais apreenderam dinheiro em espécie em Rondônia | Foto: Divulgação/PF
-Publicidade-

Quatro prefeitos espalhados pelo interior de Rondônia não passaram o dia despachando de gabinetes. Alvo da Operação Reciclagem, o quarteto de políticos foi detido na manhã desta sexta-feira, 25. A ação foi deflagrada pela Polícia Federal, em parceria com o Ministério Público do Estado.

Leia mais: “PTB expulsa ex-prefeito que se gabou de ‘roubar menos’”

Os quatro prefeitos presos são: Gislaine Clemente (MDB), Glaucione Maria Rodrigues Neri (MDB), Luiz Ademir Schock (PSDB) e Marcito Aparecido Pinto (PDT). Eles são, respectivamente, mandatários das cidades de São Francisco do Guaporé, Cacoal, Rolim de Moura e Ji-Paraná (a segunda maior cidade de Rondônia, com mais de 130 mil habitantes).

De acordo com as autoridades responsáveis pelas prisões, os prefeitos participavam de esquemas de corrupção. Além dos prefeitos, o ex-deputado estadual Daniel Neri foi detido. Ele é o marido da prefeita de Cacoal. Os cinco mandados foram de prisão preventiva.

O que diz a PF?

O delegado Flori Cordeiro Miranda Júnior, da PF, afirmou que o esquema poderia envolver outras autoridades. Conforme explicou em entrevista coletiva, ele garantiu que havia recorrentes pagamentos de propina nas quatro prefeituras em questão.

“É bem possível que mais pessoas teriam se envolvido em um ciclo sem fim. O pagamento sempre foi em dinheiro vivo, de notas de R$ 50 e R$ 100. A frequência [do pagamento] era imediatamente anterior ao dia do vencimento ou posterior ao pagamento com o recado de que, se não houvesse o pagamento, não teria mais.”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 comments

  1. “Se deus e brasileiro ele sacaneou rondonia.“
    Rafinha Bastos.

    Onde estas esse pelego agora? Safado! Fala agora seu m…………………!

    Deviam mandar esses trastes pra um planeta prisao a 1 milhao de anos luz daqui!

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site