Saiba como foi a repercussão do ‘Jejum pelo Brasil’ nas redes sociais

Convocação foi feita pelo presidente Jair Bolsonaro e outras lideranças religiosas
-Publicidade-
DF - CORONAVÍRUS/EVANGÉLICOS/JEJUM/ALVORADA - CIDADES - Após o presidente Jair Bolsonaro e líderes religiosos convocarem fiéis para um dia de   jejum contra a covid-19, um grupo de evangélicos começou este domingo, 5, fazendo uma   oração em frente ao Palácio da Alvorada, residência oficial do presidente da República em   Brasília. O grupo faz parte da Comunidade Evangélica Projeto de Deus, de Ceilândia, no   Distrito Federal. Na ocasião, eles vestiam roupas com estampas verde e amarelo e se   comprometeram a jejuar até o meio-dia.   05/04/2020 - Foto: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO
DF - CORONAVÍRUS/EVANGÉLICOS/JEJUM/ALVORADA - CIDADES - Após o presidente Jair Bolsonaro e líderes religiosos convocarem fiéis para um dia de jejum contra a covid-19, um grupo de evangélicos começou este domingo, 5, fazendo uma oração em frente ao Palácio da Alvorada, residência oficial do presidente da República em Brasília. O grupo faz parte da Comunidade Evangélica Projeto de Deus, de Ceilândia, no Distrito Federal. Na ocasião, eles vestiam roupas com estampas verde e amarelo e se comprometeram a jejuar até o meio-dia. 05/04/2020 - Foto: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO

Convocação foi feita pelo presidente Jair Bolsonaro e por lideranças religiosas

Líderes religiosos convocarem fiéis para um dia de jejum contra a covid-19 | Foto: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO
-Publicidade-

O presidente da República, Jair Bolsonaro, convocou ontem um “Jejum pelo Brasil” como demonstração de solidariedade ao combate à pandemia de coronavírus. A prática, comum no cristianismo, não é estranha a outras religiões. Judeus, muçulmanos, hindus e budistas também fazem jejuns em ocasiões especiais. O propósito é concentrar-se integralmente nas orações e aproximar-se de Deus, durante um determinado período, sem comer.

No vídeo divulgado nas redes sociais de Bolsonaro, a voz de um narrador anuncia que “os maiores líderes evangélicos deste país atenderam à proclamação santa feita pelo chefe da nação”. Entre eles, os pastores Valdemiro Santiago, Edir Macedo, Bispo Rodovalho e R.R Soares.

Ademais, três deputados da bancada evangélica participaram da convocação digital: Abílio Santana (PR-BA), Silas Câmara (Republicanos-AM) e Marco Feliciano (Sem partido-SP). Feliciano afirmou que as pessoas têm de orar e pedir misericórdia para que o coronavírus cesse o quanto antes.

Monitoramento feito por Oeste constatou que, na manhã deste domingo, 5, a hashtag “JejumPeloBrasil” chegou aos trending topics do Twitter. Em uma hora, subiu para a primeira posição e lá ficou por cinco horas. Enquanto esta reportagem é redigida, a hashtag encontra-se em 7° lugar, com 71 mil engajamentos.

Confira

https://www.facebook.com/jairmessias.bolsonaro/videos/1568812446600579/

No Instagram, nove hashtags (todas semelhantes à palavra de ordem original) foram publicadas — algumas com bandeiras do Brasil, corações e associadas ao nome do presidente. Contudo, a que teve mais adesão foi “JejumPeloBrasil”, como no Twitter, que ultrapassou a marca de 1.000 engajamentos.

Enquanto isso, o Facebook apresentou movimentações razoáveis em páginas alinhadas à direita. As que tiveram maior engajamento foram as dos filhos do presidente Jair Bolsonaro, sobretudo a de Eduardo, cuja postagem referente ao jejum obteve 26 mil reações, 2 mil compartilhamentos e 1,7 mil comentários.

As notícias acerca do assunto tiveram mais relevância em sites e blogs alinhados à direita, em vez de ganharem repercussão na imprensa tradicional. Sobressaíram-se o Conexão Política e o Pleno News. Em tese, isso significa que a narrativa dos conservadores ganhou mais espaço do que a propagada pela mídia tradicional.

No Google, o termo “jejum 05 de abril” despertou o interesse de brasileiros em todos os Estados, notadamente no Amazonas.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site