Santos Cruz diz estar à disposição do Podemos para disputar o Planalto

General da reserva afirmou que assume desde já o compromisso de propor o fim da reeleição
-Publicidade-
General Carlos Alberto dos Santos Cruz | Foto: Geraldo Magela/Agência Senado
General Carlos Alberto dos Santos Cruz | Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

O general da reserva Carlos Alberto Santos Cruz disse ter colocado seu nome à disposição do Podemos para ser candidato à Presidência da República. Apoiador da candidatura do ex-juiz Sergio Moro, ele decidiu entar no páreo depois que o ex-juiz foi para o União Brasil.

Ao jornal O Estado de S. Paulo, Santos Cruz afirmou ainda que, caso haja uma convergência entre os partidos de centro para o lançamento de uma candidatura única, ele apoiará o nome que for escolhido pela chamada “terceira via”.

-Publicidade-

“A Renata Abreu [presidente do Podemos] tem, por enquanto, a ideia de uma candidatura própria. Eu coloco o meu nome à disposição do partido. Mas o partido tem de estar aberto para se unir ao centro, para quebrar a polarização entre Lula e Bolsonaro”, declarou.

O general afirmou que assume desde já o compromisso de propor o fim da reeleição para os cargos do Executivo e a ampliação do mandato presidencial para cinco anos. Além disso, ele disse querer o fim do foro privilegiado, reservando-o, no máximo, aos chefes dos três Poderes. “Essas duas medidas são minhas prioridades, aliadas ao combate à desigualdade.”

Santos Cruz comandou forças de paz no Haiti e no Congo. No governo de Michel Temer (MDB) ocupou a Secretaria Nacional de Segurança Pública. Na campanha de 2018, o general apoiou Bolsonaro e fez críticas ao seu adversário Fernando Haddad (PT). Foi convidado para integrar o Ministério e chefiou a Secretaria de Governo no início da gestão.

Ao fazer seu anúncio, Santos Cruz escreveu um texto: “A solução é política! E é urgente!”. Para o general, “as forças políticas de centro precisam mostrar capacidade de apresentar à sociedade brasileira pelo menos mais uma opção viável, equilibrada, para a próxima disputa presidencial”.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

17 comentários Ver comentários

  1. Pensa num oficial invejoso é esse cara de carranca, deve ser indigerível para ele um general ter sido demitido por um capitão, pois na mente psicopata dele não importa o cargo de Presidente que o Bolsonaro possui, ele será um eterno capitão na visão doentia desse sujeito, se ele age dessa forma um capitão que é presidente, imaginano tratamento que ele dava as praças!

  2. Mais uma quarta via que ficará pelo caminho.
    Senhor General, não ouvi uma palavra, sequer, sobre o combate cerrado à corrupção.o mal maior desta nação,general,é a corrupção.
    Deixe picuinha com o presidente e deixe de ser invejoso.

  3. A esquerda relativista ataca outra vez. Militar no governo é ruim ? Depende, Santos Cruz Pode, Hugo Chaves pode, Fidel, sempre de farda pode, Guevara, sempre de farda pode. Hum , é relativo, depende do lado.

  4. General Melancia, Santos Cruz, nós sabemos o que vc fez num passado recente, seu pilantra traidor da Pátria. Vc vendeu à própria alma ao satanás para tentar derrubar o PR JB não deu certo e hoje fica nas sarjetas das esquinas se humilhando por visibilidade… Chora, general Melancia TRAIDOR…

  5. General vista seu pijama colorido, curta o resto de vida q ainda tem e nao apague da história os bons serviços prestados nas missões de paz. Já tem oposição demais e esse pessoal de esquerda odeia milico. Não seja um novo MARRECO, embora vc seja outro traíra e todos sabemos disso.

  6. Tem gente que não se enxerga mesmo. Que pretençao mais idiota. O que pensa que é? General socialista, admirador do luladrão, acha que uma vedete da política. Como nossa política está desacreditada. Qualquer ninguém acha que pode ser presidente. Querem por a mão no fundão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.